segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Presidente estadual do Avante, o prefeito de Pinheiro Luciano Genésio resolveu ameaçar o governador Flávio Dino (PCdoB) em relação ao apoio do partido nas eleições deste ano.

Durante entrevista a uma rádio local no final de semana, Genésio fez duras críticas à atuação do superintendente de Articulação Política da Baixada, o ex-deputado Penaldon Jorge, indicado para ocupar o cargo pelo presidente da Assembleia Legislativa Othelino Neto (PCdoB). Nas palavras do prefeito, a continuidade de Penaldon no cargo dificultaria uma aproximação com os comunistas.


“O prefeito da maior cidade da Baixada ele quer jogar contra o governo Flávio Dino, aí eu não sei qual é o papel do ex-deputado Penaldon à frente da Superintendência. Eu mando um recado para o governador Flávio, tem que tomar uma decisão, tem que se tomar uma decisão em relação a Pinheiro, em relação a Baixada Maranhense, a eleição de governo é uma eleição dura, onde tem quatro, cinco candidatos que provavelmente terá segundo turno”.

O Avante deseja ainda participar da chapa majoritária do PCdoB, com a indicação do deputado federal Waldir Maranhão para disputar o Senado. O parlamentar já disse que sua candidatura é irreversível.

A tentativa de achacar o governador, entretanto, pode não ser a melhor estratégia. Afinal, o prefeito de Pinheiro tem sido muito criticado no seu primeiro ano de gestão. Ainda por cima, pesa contra ele a situação do seu irmão, foragido da Justiça por espancar uma ex-companheira. Ou seja, talvez, até seria melhor ao comunista não associar sua imagem a Luciano, ainda mais quando ele está disposto a achacar o Palácio dos Leões.

Do Blog Marrapá

0 comentários:

Postar um comentário

Nova Rádio Timbira

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog