quarta-feira, 20 de dezembro de 2017



Foragido há mais de um mês, Lúcio Genésio, acusado de agressão contra a ex-companheira Ludmila Rosa Ribeiro, tenta a todo custo se livrar de ocupar uma cela no Complexo Penitenciário de Pedrinhas . Nesta segunda-feira (18), o advogado Antônio Glaucius de Moraes impetrou habeas corpus no Tribunal de Justiça em favor do empresário.


O pedido de revogação da prisão tem relação com a decisão do juiz Lúcio Paulo Fernandes Soares, titular da 2ª Vara da Comarca de Pinheiro, que determinou a detenção do acusado por descumprir medida protetiva de se manter afastado de Ludmila.

Pesa contra Lúcio dois pedidos de prisão preventiva: pela agressão covarde ocorrida no dia 13 de novembro e também por desobedecer às medidas judiciais.

Esse é o segundo habeas corpus protocolado pela defesa do agressor. No dia 28 de novembro o advogado Lincon Lima Sampaio, assessor do prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, irmão do acusado, também tentou a revogação. Entretanto, o pedido foi negado pelo TJMA.


0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog