terça-feira, 14 de novembro de 2017



O ex-prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira (PSDB), o “tucano de bico mole”, bem que tentou forjar uma suposta oposição ao grupo Sarney, mas a máscara do tucano caiu definitivamente.

Madeira sustentou sua carreira política, com mandatos de prefeito e deputado, sempre com a pele de cordeiro de anti-Sarney.

Após a cassação do mandato de Jackson Lago, em 2009, Madeira foi acusado de traição ao se aproximar da então governadora Roseana Sarney (PMDB). Um ano antes, com o apoio de Lago, o peessedebista conseguiu se tornar prefeito da maior cidade do Sul do Maranhão.

Madeira, no entanto, usou o argumento de que se aliou a Roseana “apenas pelo bem da cidade”. Em contrapartida, atualmente Roseana é lembrada em Imperatriz pela omissão das suas administrações com o município.

Enquanto Roseana não trabalhou por Imperatriz durante sua gestão, o atual governador Flávio Dino (PCdoB), que vem priorizando a cidade e a Região Tocantina, vem sendo vítima da traição de Madeira, que decidiu se associar ao igualmente desleal senador Roberto Rocha (PSDB) com um objetivo pontual: boicotar o governo Dino e a possível reeleição do comunista.

0 comentários:

Postar um comentário

Nova Rádio Timbira

SuperSportingBet

SuperSportingBet

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog