segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Um dos presos na operação já trabalhou na Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) como monitor, segundo informações divulgadas pela Senarc.


A polícia apresentou, nesta segunda-feira (27), dois suspeitos de tráfico de drogas na região metropolitana de São Luís. Eles foram identificados como Hermerson Fabiano Carvalho Moreira, 28 anos, e Nilton Correa Oliveira, 31 anos, presos com aproximadamente uma tonelada de maconha prensada no sábado (25) em Paço do Lumiar.

A droga, segundo a polícia, está avaliada em R$ 1,5 milhão e seria distribuída em toda a região metropolitana. Um dos presos é ex-funcionário da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) e atuou como monitor.

O delegado titular da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc), Carlos Alessandro, explicou que os investigadores permaneceram por três dias de tocaia em frente a uma casa no bairro Novo Horizonte, em Paço do Lumiar.
No sábado, por volta das 11h30, a incursão aconteceu no interior do imóvel. Dentro, por trás de um guarda roupa, no quarto da residência, foram localizados os tabletes de maconha. Na casa, os policiais prenderam Nilton e Hermerson.

Hermerson trabalhava em uma das terceirizadas da Seap na função de monitor. Ele também trabalhou como vigilante em algumas empresas.

Segundo o delegado Luciano Bastos, responsável pelo inquérito, Hermerson é considerado o “matador” da facção Bonde dos 40, com dois mandados de prisão decretados por homicídio. O criminoso, conhecido como “Neguinho da Pocinha”, é suspeito, ainda, de executar pessoas no Polo Coroadinho.


Conforme Bastos, além das barras de maconha, os policiais da Senarc também apreenderam uma balança de precisão, uma motocicleta e uma quantia em dinheiro. O veículo seria utilizado para o transporte dos tabletes aos pontos elencados para a entrega da maconha.

Com informações de Nelson Melo/Jornal Pequeno

0 comentários:

Postar um comentário

Nova Rádio Timbira

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog