sexta-feira, 10 de novembro de 2017


Centrais sindicais brasileiras protestam na manhã desta sexta-feira (10) na Avenida dos Portugueses, em São Luís, contra a reforma trabalhista que entra em vigor a partir deste sábado (11) e também contra a reforma da previdência. Após atearem fogo na via os manifestantes interditaram totalmente as duas pistas.

A manifestação causa congestionamento, e muitas pessoas caminham em busca de um transporte alternativo.

A Polícia Militar acompanha o protesto. Centrais sindicais convocaram os trabalhadores para manifestações por todo o país. Eles argumentam que as reformas ameaçam direitos.

O protesto é contra reformas do governo federal. 

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou ontem (9) que foi firmado entendimento entre os líderes partidários de que a reforma da Previdência deve ser votada “o mais rápido possível”. Depois de participar de café da manhã na residência oficial da Presidência da Câmara junto com o presidente Michel Temer e lideranças da base governista, além de ministros da área política, Meirelles afirmou que sentiu hoje um nível maior de comprometimento para avançar na tramitação da proposta.

A reforma da Previdência aguarda votação do plenário da Câmara desde maio. Por se tratar de uma emenda constitucional, deve ser aprovada com o apoio de no mínimo 308 deputados do total de 513, em dois turnos de votação.

0 comentários:

Postar um comentário

Nova Rádio Timbira

SuperSportingBet

SuperSportingBet

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog