quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Gaiolão em Barra do Corda


Parece uma cena da Idade Média, mas em Barra do Corda, a Delegacia da cidade possui um gaiolão no meio de um terreno aberto expondo os detentos provisórios a uma verdadeira tortura. Tamanha maldade resultou na morte de um homem que foi preso no último domingo (8), na BR-226, após apresentar sinais de embriaguez. De acordo com o blog Minuto Barra, Francisco Silva ficou uma tarde inteira exposto ao sol e uma temperatura de mais de 40º graus, e nas primeiras horas dessa segunda-feira (09), teve uma convulsão e acabou morrendo na UPA, após um pico hipertensivo.

O delegado regional Renilton Ferreira não se encontrava em Barra do Corda quando ocorreu o acidente e a prisão de Francisco, mas na noite de segunda-feira (9), ele concedeu entrevista ao blogueiro Gildásio Brito e disse que havia determinado o envio do corpo para o IML em Imperatriz, para só assim saber a causa da morte, e que uma investigação já havia sido determinada, para punir algum culpado caso houvesse, mas garantiu que todos os procedimentos normais foram feitos, desde o momento em que Francisco chegou a Delegacia.

Há poucos meses, a Defensoria Pública de Barra do Corda juntamente com o Ministério Público, solicitaram ao Poder Judiciário a interdição da Delegacia, mas até o presente momento o Poder Judiciário não decidiu se atende ou não o pedido.

Fonte: Diego Emir

0 comentários:

Postar um comentário

Nova Rádio Timbira

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog