terça-feira, 17 de outubro de 2017


Deputado Fábio Braga.

O deputado Fábio Braga - SD, subiu a tribuna da Assembleia ontem, para informar que no domingo, 15, participou com o Governador Flávio Dino; com o Secretário de Agricultura, Márcio Honaiser; com o Presidente da Associação dos Criadores do Estado do Maranhão - Ascem, presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), Ted Lago e com vários outros deputados estaduais e federais, da abertura da Expoema, na sua sexagésima edição, e que, apesar de todos os percalços enfrentados ao longo do ano, a feira estava acontecendo.

A economia do país já sinaliza para um resultado positivo em 2017, fazendo renascer as esperanças do povo brasileiro que é de fato a grande vitima desse desastre econômico que golpeou o Produto Interno Bruto por dois anos consecutivos, torrando 14 milhões de postos de trabalho até poucos meses atrás, levando privação, angustia e desespero à família brasileira.

Outra boa notícia é que o Maranhão também é parte ativa dessa conquista, pois, segundo estudo divulgado recentemente pelo Banco Santander, através do jornal Valor Econômico, ele terá a segunda maior taxa de crescimento entre todos os estados brasileiros, quando registrará um avanço de 3,1%, perdendo apenas para o estado do Mato Grosso, que crescerá 5%.

O parlamentar, que também é ligado às causas rurais, fez questão de ressaltar a importância que o estado assume paulatinamente dentro do setor primário da economia, pois, segundo a pesquisa, aparece entre os mais fortes, principalmente em relação à pecuária e a produção de grãos, atividades que vem ajudado muito a alavancar seu Produto Interno - festejou. 

Deputado Fábio Braga ao lado do Governador Flávio Dino na
abertura oficial da 60ª Expoema.
Fábio Braga escorou seus argumentos em números: segundo ele “Mato Grosso, Paraná e Rio Grande do Sul são responsáveis por 58% da produção nacional, mas, o Maranhão já se situa entre os 10 maiores Estados produtores de grãos, embora sua fronteira agrícola ainda esteja em formação e com imensas perspectivas de crescimento” – lembrou.

Já na produção de carnes – prosseguiu, “o rebanho bovino do estado aparece numa posição invejável perdendo nacionalmente apenas para o estado do Mato Grosso que tem mais de trinta milhões de cabeças de gado, e regionalmente para a Bahia, que possui algo em torno de nove e milhões e meio de cabeças de gado, estando o Maranhão muito perto dessa meta, com seus sete milhões de cabeças e com muito espaço para crescer” – festejou.

O parlamentar disse também que além da pecuária bovina, o estado ainda desenvolvia a caprinocultura e avicultura, a ovinocultura e a piscicultura, atividades com muito potencial de crescimento principalmente para a pequena e média produção, haja vista que novas tecnologias estão sendo incorporadas aos processos produtivos com bons resultados - anotou. 

Frisou que na conversa de teve com o governador Flávio Dino, tratou da importância da Expoema nessa trajetória ascendente que a atividade agropecuária do estado experimenta, ficando evidente que o Maranhão não pode deixar de contar com uma vitrine como essa, se deseja prosseguir mostrando seu dinamismo agropecuário.

Fábio Braga concluiu dizendo que o governador garantiu que “a mostra continuará a acontecer, dado o potencial que ela reúne para alavancar vários negócios simultaneamente, já que é capaz de reunir no mesmo espaço expositores do setor primário, da área comercial, da área industrial com seus insumos, máquinas e equipamentos, e da atividade portuária, pois o Porto do Itaqui se fazia presente com um stand, mostrando o quanto ele é importante dentro de um processo de desenvolvimento” - concluiu o parlamentar.

0 comentários:

Postar um comentário

Nova Rádio Timbira

SuperSportingBet

SuperSportingBet

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog