segunda-feira, 28 de agosto de 2017
V Conferência Municipal de Assistência Social em Carutapera - Foto Neto Weba


O município de Carutapera, no Oeste do Maranhão, realizou, nesta quinta feira (24), a V Conferência Municipal de Assistência Social. O Evento aconteceu na Quadra Moacir, onde foram realizados as plenárias de discussões. 

Com o Tema “Garantia de Direitos para o Fortalecimento do SUAS”, a sociedade civil organizada pôde avaliar a situação atual da Assistência Social e propor novas diretrizes para seu aperfeiçoamento, em especial os avanços do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) no âmbito do município. Os conferencistas deliberaram também sobre as diretrizes para gestão e financiamento, reconhecendo a co-responsabilidade de cada ente federado.

A palestrante Janúbia Viana (Assessora técnica da Assistência Social ) marcou o evento com informações que contribuíram de forma efetiva para a formatação das proposições.

Para secretária de Assistência Social Damya Anastácia “A conferência proporcionou a população uma oportunidade de avaliar os serviços oferecidos e indicar prioridades de atuação ao órgão municipal de desenvolvimento social”. O prefeito André Dourado (PR) enfatizou que “as Conferências se configuram em um instrumento de política participativa, onde a população interfere positivamente nas políticas sociais, apontando o norte para que o atendimento às necessidades da população seja aprimorando com base naquilo que ela julga mais necessário”.

PROPOSTAS CRIADAS PELOS GRUPOS PRESENTES: 


GRUPO 01:

Equipe as poderosas e um poderoso.


Implantação De Projetos Para Pessoas Idosas.


Melhor articulação das politicas publicas: Educação, Saúde e Assistência.


Criação de programa de entrega de cesta básica para famílias Vulneráveis.


Implantação de programas de geração de renda. Corte e Costura, Pintura, Culinária, dentre outros.

Redimensionar as equipes técnicas de acordo com as demandas do município.


Aquisição de um restaurante popular com alimentação de baixo custo. 


GRUPO 02: Eixo 1 e 2 


Aquisição de uma sede própria da Assistência Social. 


Criar leis de benefícios eventuais e cofinanciar junto ao município. 


Implantação da proposta do programa família acolhedora. 


Reajuste do programa bolsa família. 


Reformular os critérios de renda para acesso ao BPC, com permanência da idade mínima de 65 anos. 


Aquisição de uma casa de acolhimento para pessoa idosa e dependentes químico. 


Expandir o serviço da Assistência da Equipe Volante. 


Aplicação de projetos para o serviço de convivência e Fortalecimento de Vínculos. 


GRUPO 03: Eixo 3 e 4 

Uma clinica de reabilitação para jovens e adultos. 

Uma casa de apoio para idosos. 


Uma casa acolhedora para crianças e adolescentes. 


Cursos Profissionalizantes para os profissionais da assistência social (Orientadores Sociais). 

Um carro adaptado para o transporte de pessoas com necessidades especiais.


Veja mais fotos  aqui










0 comentários:

Postar um comentário

Nova Rádio Timbira

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog