domingo, 2 de julho de 2017


A população do município de Arari ganhou, na última quarta-feira (28), um presente especial do Governo do Estado. A cidade passou a integrar a Rede de Internet Gratuita do Maranhão (Maranet), criada pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). Com isso, os moradores contam, a partir de agora, com Wi-Fi grátis implantado pelo governo na praça central da cidade. São 100 megas de internet, via fibra ótica, de alta velocidade, que possibilitam a conexão de até 1.200 usuários simultâneos. 

A iniciativa é uma ação do programa “Cidadania Digital”, que faz parte do plano de metas do governo Flávio Dino, e visa democratizar o acesso à internet em todo o estado. O evento de inauguração contou com a presença do secretário-adjunto de Educação Profissional, Tecnológica e Inclusão Social, André Bello, do secretário-adjunto de Inovação e Cidadania Digital, Nivaldo Muniz, e do secretário de Estado do Esporte e Lazer, Márcio Jardim. 

“O governo Flávio Dino tem buscado democratizar o acesso a políticas públicas, a direitos, a serviços de qualidade em todo o Maranhão e a criação da primeira Rede de Internet Gratuita do Maranhão, a Maranet, tem como objetivo contribuir para a democratização do acesso à internet junto à população considerando o grande déficit que se tem no Maranhão nesse sentido”, enfatizou o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada, reiterando que todo cidadão tem direito ao acesso. “A internet é um direito humano reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) e nós estamos tornando esse direito uma realidade para a população de vários municípios maranhenses”, acrescentou.

Para o pró-reitor de Planejamento e Gestão do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), Emanuel Denner, essa é uma ação exitosa do Governo do Maranhão. “Só tenho a parabenizar a população de Arari por ter recebido mais esse equipamento público, que é a Maranet. É uma internet de qualidade que estamos trazendo para a cidade, transmitida por fibra óptica, para que as pessoas que aqui moram possam acessar essa internet de altíssima qualidade”, contou. 

Segundo o prefeito Djalma Melo, Arari vive um momento único com a implantação da Maranet. “É mais uma grande conquista para o nosso município, pudemos constatar a qualidade da internet que é oferecida pelo programa, só temos a agradecer a toda a equipe da Secti e ao governador Flávio Dino que possibilitou que esse projeto se concretizasse”, disse.

“Estamos em um momento de muita felicidade em receber a internet gratuita porque essa era uma demanda constante especialmente da juventude. Vivemos em uma cidade que tem suas carências e dificuldades e muitas vezes as pessoas têm dificuldade em adquirir um pacote de internet no celular, pois tudo isso gera custos, e agora a população tem uma alternativa. E a felicidade fica completa porque ela chega no momento em que o município completa 153 anos de emancipação política, estamos comemorando e expressando nossa gratidão ao secretário Jhonatan Almada e ao governador Flávio Dino”, frisou o vice-prefeito Álvaro Jardim.

Maranet

A Rede de Internet Grátis do Maranhão (Maranet) integra o programa “Cidadania Digital”, do Governo do Maranhão, que conta ainda com o ‘Ponto do Saber’.O Wi-Fi Grátis começou a ser instalado em São Luís em 2015. Na capital maranhense há pontos do Wi-Fi nos bairros Anjo da Guarda, Cidade Operária e Centro Histórico. A Maranet consiste na instalação e disponibilização de internet gratuita em praça pública, feiras livres e em algum local que possibilite a participação da população como associação de moradores. 

Na modalidade totem, o primeiro ponto da Maranet instalado pelo Governo do Maranhão foi o do município de Vitória do Mearim. O “Ponto do Saber” consiste na instalação e disponibilização de internet gratuita em escolas, associações ou outro espaço físico mediante acordo prévio com a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti).

Uma das condições básicas para a instalação do “Ponto do Saber” é que o local deve ser aberto ao público. O dispositivo público se distingue pela oferta de cursos gratuitos à população como o de informática básica. Serve ainda para a realização de pesquisas e estudos.O primeiro “Ponto do Saber” instalado pelo Governo do Maranhão está no Convento das Mercês, em São Luís. Foi inaugurado em 2016. Centenas de pessoas já passaram pelo ‘Ponto’ no Convento.

0 comentários:

Postar um comentário

Nova Rádio Timbira

Facebook

Twitter

A Marca do Sucesso

A Marca do Sucesso
JB Empreendimentos

Rádio do seu Coração

Arquivo do Blog do Weba