sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) se posicionou, na noite de ontem (02), para repudiar o assassinato de mais uma policial civil no Maranhão. Ao falar sobre a perseguição de bandidos que resultou na morte da policial Iran Santos, na noite de ontem, Wellington lamentou a morte dos que ele chamou de “heróis”, ao se referir aos policiais civis e militares.


“Nessa semana, na terça-feira, fui vítima de furto de uma mochila repleta de documentos e outros pertences, e no início da tarde de quinta-feira , ao registrar o boletim de ocorrência o atendimento inicial, coincidentemente, foi feito pela policial Iran, uma profissional competente e dedicada. Estamos diante do assassinato de uma policial. Uma mulher que foi covardemente assassinada na noite de ontem. Iran morreu expondo a sua vida a risco em defesa da população.” disse Wellington.

Wellington já se posiciona em defesa da segurança pública desde os meses iniciais de seu mandato em 2015 e, desde então, tem feito uma defesa tanto da segurança quanto dos agentes envolvidos.


“Os nossos heróis de farda estão sendo assassinados e o Estado precisa fazer algo. Eu fui militar, como sargento do Exército por mais de 18 anos, e sei quão grande é a responsabilidade de ter que proteger a sociedade. Infelizmente, nada do que fizermos trará a Iran de volta…mas podemos evitar futuros assassinatos. Na Assembleia, já cobrei a convocação de mais policiais militares e civis, peritos, delegados etc.. É necessário que se entenda que o agente de segurança pública é um cidadão, um ser humano é que também deve ser protegido.”, afirmou Wellington.

0 comentários:

Postar um comentário

Nova Rádio Timbira

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog