domingo, 12 de fevereiro de 2017

Adolescente, que seria morador da Vila Luizão, já foi identificado e está sendo procurado; crime ocorreu na sexta-feira, dentro da residência da vítima

Imagens de câmeras da rua mostra o suspeito fugindo de bicicleta. (Foto: Reprodução)

A polícia até a tarde de sexta-feira, 10, não tinha conseguido apreender, mas já havia identificado o suspeito de ter violentado sexualmente uma capitã do Corpo de Bombeiro, nome não revelado, e que ainda assaltou a residência da vítima, no Residencial Monique, área do Turu. Ele seria um adolescente de 14 anos, morador da Vila Luizão, suspeito de pratica de assaltos a residência nos bairros Araçagi, Turu, Olho d’Água e área adjacentes.

Policiais passaram todo o dia realizando incursões nessa localidade e também bairros vizinhos visando apreender o suspeito. Até o início da noite ele não tinha sido localizado. O bandido invadiu a residência da oficial na manhã de sexta-feira e após praticar o crime, deixou a vítima amarrada e fugiu de bicicleta.

O fato foi registrado no 7º Distrito Policial, no Turu, mas está sendo investigado pela Delegacia Especial da Mulher, na Beira-Mar, sob o comando da delegada Wanda Moura Leite. Ainda na sexta-feira a capitã foi submetida a exames periciais no Instituto de Criminalista (Icrim). A assessoria de comunicação do Governo do Estado informou, por meio de nota, que a polícia já está investigando o assalto na residência da oficial do Corpo de Bombeiros e também o caso de estupro.

A nota informou ainda que a Polícia Militar e da Superintendência da Polícia Civil da Capital (SPCC) estão realizando diligências para prender o suspeito e recuperar o material roubado. O Corpo de Bombeiros Marítimo do Maranhão (CBMMA) informou que está prestando toda a assistência à capitã e sua família.

Terror

A oficial do Corpo de Bombeiro viveu momento de terror dentro de sua casa. De acordo com as informações da polícia, o suspeito, portando uma arma de fogo, invadiu a residência da capitã e rendeu todos que estavam no local. Ele fez um verdadeiro ‘raspa’ no imóvel, roubando vários objetos de valor, principalmente jóias, e uma determinada quantia em dinheiro.

O suspeito ainda violentou sexualmente a vítima e fugiu em seguida. A polícia foi acionada e ao chegar ao local encontrou a oficial do Corpo de Bombeiros amarrada. As patrulhas realizaram rondas pela área, mas não conseguiram prender o suspeito.

Mais assalto

Também na sexta-feira, 10, a residência do empresário Jardel Prazeres, na cidade de Vargem Grande, foi alvo de criminosos. Segundo a polícia, dois bandidos armados conseguiram pular o muro dos fundos da casa e fizeram refém o empresário, sua esposa e filhos menores de idade.

Eles colocaram todas as vítimas dentro de um dos quartos e passaram a revistar as dependências da casa a procura de dinheiro. Os bandidos, inclusive, retiraram vários quadros das paredes com o intuito de encontrar algum cofre.

Os assaltantes não encontraram uma quantia elevada no local, mas fugiram levando dois celulares e uma motocicleta da família do empresário. Os policiais chegaram ao local após o fato e realizaram rondas pela cidade com o propósito de prender a dupla criminosa, mas não obtiveram sucesso.

0 comentários:

Postar um comentário

Nova Rádio Timbira

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog