quinta-feira, 30 de junho de 2016



A Justiça Federal de Londrina, no Paraná, determinou o bloqueio de R$ 19,5 milhões das contas do WhatsApp, aplicativo de mensagens do Facebook.

Segundo o portal "G1", a decisão, do dia 24 de junho, é reflexo do descumprimento de uma decisão judicial que determinava que o aplicativo liberasse mensagens trocadas por traficantes qeu são investigados pela Polícia Federal, dentro do âmbito da Operação Quijarro, que investiga o tráfico internacional de drogras e foi deflagrada em Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul. A empresa informou que não vai comentar o caso.

Segundo a investigação da PF, base do esquema de tráfico de drogas estava localizado em Londrina. Em entrevista ao "G1", o delegado da PF responsável pelo caso, Elvis Secco, disse que o WhatsApp teria atrapalhado as investigações.

- Hoje em dia, os criminosos só conversam por mensagens eletrônicas. O pedido, que é o mesmo da interceptação telefônica, é garantido pela Legislação Brasileira. A recusa da empresa em cumprir a ordem judicial atrapalhou tudo. Sem acesso as mensagens do aplicativo, não conseguimos descobrir o núcleo comprador da droga na Espanha e no Brasil, e também não conseguimos apreender mais cargas e revelar outros membros da organização - declarou o delegado ao G1.



Vereador André Dourado prestigia quadrilhas folclóricas de Carutapera nas apresentações em São Luis

André Dourado na foto com os integrantes da Explosão Caru

O vereador André Dourado (PR) todos os anos se dedica em dar apoio a cultura do município de Carutapera, e consequentemente ajudando e apoiando as quadrilhas folclóricas do município nesse período junino.


E nesta terça-feira (28), demonstrando mais uma vez o seu apoio aos grupos do município, André Dourado, esteve prestigiando as apresentações das quadrilhas Companhia Folclórica Revelação de Carutapera e Associação Cultural e Folclórica Explosão Caru em São Luis.

Acompanhado do secretário de governo, Márcio Jerry, André Dourado prestigiou a apresentação da Companhia Folclórica Revelação de Carutapera no Arraial Donato Alves realizado no IPEM. Na mesma noite, a quadrilha se apresentou ainda no Arraial do Bairro Liberdade, onde mostrou todo o seu encanto.



Já a Explosão Caru se apresentou também na mesma noite no Pátio Norte Shopping e no Arraial da vereadora Orlete Mafra, onde também foi prestigiada pelo parlamentar. Na noite desta quarta-feira, a quadrilha se apresentou em São Luis no Arraial do vereador Itaparandi, Arraial do São Cristovão e no Shopping da Ilha.
O parlamentar esteve no evento acompanhado ainda do coordenador da junina anfitriã, Raul, do presidente da Associação das Entidades Juninas de Açailândia e representante da Junina Matutos do Rei, Jônatas Polary e Katiane, coordenadora da Junina Caipiras da Serra.

Para André Dourado o apoio a cultura é de suma importância para o crescimento de uma cidade. “Carutapera possui uma cultura muito forte feita por pessoas capazes e que amam o que fazem, por isto, não poderia enquanto cidadão e representante do povo deixar de apoiar os nossos jovens que brilham e levam o nome de nossa cidade cada vez mais longe”, disse.


CÂNDIDO MENDES





Presidente da Câmara de Cândido Mendes frauda comissão e licitações da Casa

Segundo informações do Atual7, o Vereador e atual presidente da câmara da cidade de Cândido Mendes,John Hebert nomeou a própria irmã como pregoeira oficial da Comissão de Pregão. Ela já recebia antes como funcionária fantasma da Câmara



Documentos obtidos com exclusividade pelo ATUAL7 mostram que o presidente da Câmara Municipal de Cândido Mendes, vereador John Hebert Rocha de Jesus (PSD), fraudou a Comissão de Pregão da Casa no intuito de realizar contratações ilícitas com dinheiro público.

Formada por um tesoureiro, uma auxiliar de serviços gerais e um vigia, a Comissão de Pregão da Câmara Municipal de Cândido Mendes montou pelo menos quatro pregões — 01, 02, 04 e 05 — contrariando a Lei federal n.º 8.666/93, conhecida como Lei de Licitações, que exige que pelo menos 2/3 da comissão seja de funcionários efetivos do poder e proibi o fracionamento de despesas, isto é, que se repita os mesmos objetos de pregões.

Um dos membros da Comissão de Pregão é a fantasma Giovana Rocha de Jesus, irmã do próprio presidente da Câmara. Ela foi nomeada pelo irmão, desde março do ano passado, como a Pregoeira oficial da Casa, por onde já recebia seus salários sem precisar pisar na Câmara. Os outros membros são o tesoureiro Carlos André Paixão Cirino, nomeado como pregoeiro da Câmara; a auxiliar de serviços gerais, Daiane Pires Martins, exercendo o cargo de secretária da comissão; e o vigia Ronald da Lua Leito, que exerce o cargo de membro suplente na Comissão de Pregão.

Além disso, John Hebert promoveu diversas contratações sem a realização de qualquer procedimento licitatório, lesando os cofres públicos.

Dentro os diversos casos, destacam-se a contratação de um escritório de assessoria contábil para a Câmara de Vereadores, no valor de R$ 44 mil; e a contratação irregular de serviços de assessoria jurídica, ao custo de quase R$ 28 mil.

Como todo bom gastador de dinheiro público, o presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Cândido Mendes também contratou, sem licitação, as rádios de Frank Herbert Martins Gomes, a Rádio Comunitária Rio Santa Cruz e Estúdio Roger, para divulgar sua imagem.

Todas as informações estão na prestação na prestação de contas da gestão de John Hebert ao Tribunal de Contas do Estado (TCE). As contas, inclusive, devem ser julgadas irregulares e reprovadas pelo pleno da Corte, já que além das estripulias com a verba da Câmara de Cândido Mendes, o presidente não informou ao TCE-MA quem são os membros da Comissão Central Permanente de Licitação (CCL) da Casa.

O blog do Neto Weba entrou em contato com o Presidente da Câmara que disse está em São Luis cuidando da saúde e não quis comentar o caso.


GODOFREDO VIANA

Escolas municipais salvam festa de São João em Godofredo Viana



As escolas do município de Godofredo Viana salvaram a festa do  São João 2016. 

Com recursos próprio e com apoio dos pais dos próprios alunos,as escolas municipais  realizaram  dois dias de muita diversão  na Praça da Matriz  e contou com a participação de grande público. O  festejo Junino foi realizado nos dias 28 e 29 de Junho.
A Prefeitura de Godofredo Viana fez o anuncio no mês de Maio através de sua Página na rede Social  que não realizaria o São Jõao deste ano.  Reveja AQUI

Nesta terça e quarta feira,28 e 29 de junho, o clima de São João animou a todos,foram várias as opções para quem quis se divertir em uma típica festa caipira, com muita pipoca, comidas, brincadeiras e danças de quadrilha.

O ex secretario de Cultura,Walfredo Neto, prestigiou todo o evento,Neto pediu exoneração do cargo  no mês de Março.


Pleno do Tribunal de Justiça do Maranhão
O Sindicato dos Servidores da Justiça do Estado do Maranhão (Sindjus), protocolou um pedido ontem para que a Justiça determine, ao presidente do Tribunal de Justiça (TJ) do Estado, desembargador Cleones Cunha, a suspensão de nomeação e abstenção em dar posse aos novos juízes no estado.

Na argumentação do Sindjus, se o TJ está atuando acima do limite orçamentário autorizado pela Lei de Responsabilidade Fiscal para despesas de pessoal e que por esse motivo proibiu por resolução a nomeação de novos servidores concursados, a mesma regra deve valer para a nomeação de novos juízes e ocupantes de cargos comissionados pelo tribunal.

A ação está nas mãos do juiz de Direito Douglas Melo, que segundo o Sindjus, também tem a opção de convocar uma audiência pública de conciliação entre os interessados.

A equipe de advogados contratada pelo Sindjus para atuar nesse caso foi a mesma contratada para defender os 21,7% no Supremo Tribunal Federal (STF), segundo o presidente do sindicato, Marcio Luis Andrade Souza.

Ainda não há uma decisão sobre o caso.

Três técnicos da secretaria estadual de Educação do Maranhão estavam sendo mantidos reféns na aldeia Abraão na cidade de Arame desde o último dia 23.



A comunidade indígena decidiu liberar três técnicos que prestam serviços para a secretaria estadual de educação do estado mediante um compromisso afirmado pelo governo do estado. Os funcionários estavam como reféns desde o dia 23 de junho.

Ficou acertado que no dia 13 de julho uma equipe de engenheiros irão até a aldeia para iniciar os trabalhos para a construção e recuperação de uma nova escola para a comunidade. O descaso ocorrido em Arame foi denunciado aqui no blog do Luís Cardoso.


Crianças indígenas vivem em situação de penúria na pequena comunidade. No municipio não há uma escola digna onde as crianças possam ter acesso a uma educação de qualidade.

O local degradante e abandonado não possui características de uma escola. Crianças sentadas no chão e meio a sujeira ainda sonham com um futuro digno.

O fornecimento adequado do transporte e da merenda escolar é outra realidade bem distante dos moradores da Aldeia Abrãão. Porém, após a medida adotada em ter que fazer funcionários reféns, o governo do Estado se sensibilizou e prometeu que no dia 13 próximo os trabalhos serão iniciados no local.


O comunicado acima explica exatamente o porque da medida adotada em ter que apreender uma equipe do censo escolar.

As escolas do município de Godofredo Viana salvaram a festa do  São João 2016. 



Com recursos próprio e com apoio dos pais dos próprios alunos,as escolas municipais  realizaram  dois dias de muita diversão  na Praça da Matriz  e contou com a participação de grande público. O  festejo Junino foi realizado  nos dias 28 e 29 de Junho.
A Prefeitura de Godofredo Viana fez o anuncio no mês de Maio através de sua Página na rede Social  que não realizaria o São deste ano.  Reveja AQUI

Nesta terça e quarta feira,28 e 29 de junho, o clima de São João animou a todos,foram várias as opções para quem quis se divertir em uma típica festa caipira, com muita pipoca, comidas, brincadeiras e danças de quadrilha.

O ex secretario de Cultura,Walfredo Neto, prestigiou todo o evento,Neto pediu exoneração do cargo após a nota da Prefeitura no mês de Maio.



Ex-secretário José Trinchão e a governadora Roseana SarneyO Ministério Público do Maranhão, por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Tributária e Econômica de São Luís, ingressou, nesta segunda-feira, 27, com uma Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa contra Cláudio José Trinchão Santos, ex-secretário de Estado da Fazenda, e Akio Valente Wakiyama, que ocupou os cargos de secretário adjunto da Administração Tributária e de chefe da pasta da Fazenda.



Foi apurado pelo Ministério Público que, de 2010 a 2014, os ex-gestores concederam 33 regimes especiais de tributação irregulares, beneficiando 190 empresas. De acordo com relatório do Núcleo de Estudos Econômico-Fiscais da própria Secretaria de Estado da Fazenda, as renúncias fiscais irregulares representaram uma perda de R$ 410.500.053,78 aos cofres do Estado do Maranhão.

Além de não terem sido publicadas nos meios oficiais, muitas das concessões sequer estão registradas no banco de dados da própria instituição. De acordo com o promotor de justiça Paulo Roberto Barbosa Ramos, autor da ação, os regimes especiais “não foram precedidos de nenhum estudo econômico que apresentasse justificativa para a renúncia concedida, através de estimativas de possíveis resultados compensatórios como a promoção de emprego, renda e arrecadação no estado”. Também não foram feitos estudos sobre o impacto orçamentário-financeiro dessas concessões.

Além disso, a concessão de regimes especiais de tributação que resultem em redução de impostos deverão se basear, necessariamente, em convênios previamente firmados, o que não aconteceu em nenhum dos casos.

Nos casos investigados, a concessão dos regimes violam os princípios constitucionais da legalidade, moralidade, publicidade, impessoalidade e eficiência, além da Lei de Responsabilidade Fiscal. Segundo Paulo Roberto Ramos, também “estabelecem tratamento tributário de forma parcial, direcionado a determinados contribuintes, em detrimento dos demais empresários do ramo”.

PEDIDOS

Na ação, o Ministério Público do Maranhão requer, em medida liminar, a indisponibilidade dos bens de Cláudio José Trinchão Santos e Akio Valente Wakiyama até o valor de R$ 410.500.053,78. Também foi pedida a quebra dos sigilos fiscal e bancário dos ex-gestores.

Ao final , a 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Tributária e Econômica de São Luís pede a condenação dos ex-secretários por improbidade administrativa, estando sujeitos ao ressarcimento integral dos danos causados aos cofres públicos, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos por oito anos, pagamento de multa no valor de duas vezes o dano causado ou 100 vezes a remuneração recebida à época dos fatos e proibição de contratar ou receber qualquer tipo de benefício do Poder Público pelo prazo de cinco anos, mesmo que por meio de empresas das quais sejam sócios majoritários.

Quem acompanhou a sessão da última terça-feira da Assembleia Legislativa ficou com pelo menos uma convicção: não há relação saudável entre o governador Flávio Dino (PCdoB) e os deputados estaduais que compõem a sua base.

Os deputados estaduais obstruíram a Ordem do Dia e inviabilizaram a votação de pelo menos três matérias de interesse do Poder Executivo. Uma delas tramita em regime de urgência na Casa.

O motivo: a não liberação das emendas parlamentares; o não cumprimento de acordos políticos e a falta de traquejo na condução de alianças para as eleições 2016. Em alguns municípios, por exemplo, deputados estão perdendo espaços na disputa eleitoral para militantes do PCdoB. Daí a revolta.

A crise entre o Governo do Estado e a Assembleia Legislativa foi escancarada da forma mais constrangedora possível. Líderes de blocos e bancadas – que até então evitavam a exposição do desgaste -, se levantaram como num ato de rebeldia, e anunciaram a obstrução da pauta.

Um duro golpe para o governador.

O presidente da Casa, deputado Humberto Coutinho (PDT), que atuou até então como uma espécie de mediador entre Dino e os deputados insatisfeitos, deixou o Plenário logo após a Ordem do Dia.

Sutilmente, deu o seu recado ao Palácio dos Leões.

Coube ao líder do Governo na Casa, deputado Rogério Cafeteira (PSB), visivelmente constrangido, conduzir o restante da sessão.

E não conseguiu esconder a ferida aberta na relação entre os Poderes.

Ferida que pode demorar a cicatrizar.

Da coluna Estado Maior, de O Estado do Maranhão

O Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor no Maranhão (Procon/MA) notificou, no início da semana, o Instituto Superior de Educação, Tecnologia e Desenvolvimento Social (Iseted), de Barra do Corda, por suspeita de comercializar cursos de educação superior sem licença do Ministério da Educação (MEC). A notificação acontece na primeira semana de atividades da nova unidade do Procon no município.

Segundo denúncia encaminhada pela Secretaria Nacional de Defesa do Consumidor, a faculdade não teria autorização do MEC para realizar cursos de graduação e pós-graduação. Uma vez que a licença federal é pré-requisito indispensável para o serviço educacional em território nacional, se a denúncia for confirmada, a instituição pode incorrer em publicidade enganosa, além de infringir a legislação educacional.

O Iseted tem o prazo máximo de 10 dias para apresentar ao Procon o reconhecimento expedido pelo MEC para o funcionamento de todos os cursos de graduação e pós-graduação, bem como seu credenciamento para tal. Caso não atenda à solicitação, a instituição pode incorrer em crime de desobediência, nos termos do Artigo 330 do Código Penal, ficando sujeita às penalidades administrativas e civis cabíveis. Caso as denúncias se comprovem, as sanções podem variar de multa até suspensão da atividade.


O professor e deputado estadual Wellington do Curso vem a público, em respeito à sociedade, e, particularmente, ao Grupo Ilha Azul, esclarecer que:

A atuação em defesa dos autistas, na Assembleia Legislativa, começou desde o ano de 2015, quando Wellington passou a ter contato com mães pertencentes ao grupo Ilha Azul; à Associação dos Amigos do Autista (AMA), além de outras mães e familiares de pessoas com autismo. Veja aqui:

04 de março de 2015: Reunião com membros da Associação de Amigos do Autista do Maranhão – AMA que contou com a presença de mães e familiares de autistas. Foi um momento inicial, em que Wellington teve acesso aos principais anseios dos familiares de autistas e, desde então, enfatizou a sua ação em defesa dos direitos das minorias.

11 de março de 2015: Wellington enfatizou ainda a discussão no Ministério Público, com os promotores Ronald Pereira e Márcio Thadeu – ambos especializados em Deficiência Física da Criança e do Adolescente – para discutir os direitos das pessoas autistas.

12 de março de 2015: Wellington participou de reunião, no Parque do Bom Menino, com os grupos de assistência a autistas: “Família Azul”, Amigos do Autista do Maranhão (AMA), Ilha Azul, além de familiares e crianças com o Transtorno Espectro Autista (TEA).

19 de março de 2015: Deputado Wellington solicita audiência pública para discutir direitos dos autistas

02 de abril de 2015: Wellington participa da II Caminhada em defesa do autismo na litorânea

23 de abril de 2015: realização de audiência pública na Assembleia Legislativa, tendo vários encaminhamentos, dentre eles a solicitação da criação do Centro de Referência para Autistas

18 de junho de 2015: Uma das propostas de Wellington foi a Emenda à Constituição Estadual (PEC) que reduz a carga horária dos servidores públicos que possuem filhos com deficiências físicas, sensoriais ou mentais e espectro autistas.

04 de abril de 2016: Atendendo ao convite de mães e familiares de autistas, Wellington participou de mais um ato em Defesa dos direitos dos Autistas, em uma panfletagem que ocorreu na Praça Deodoro.


Salienta-se que a imagem utilizada no jornal de 1º ano de mandato (Jornal Informativo do Mandato do Deputado Wellington do Curso) justifica-se, exatamente, por essa ser uma das plataformas de defesa e atuação do parlamentar, lembrando que as primeiras reuniões preparatórias foram realizadas, inclusive, nas dependências do Curso Wellington/Renascença. Diante de tantas ações, natural que se utilize a imagem para sintetizar o 1º ano de atuação parlamentar, além de ser uma demonstração de carinho, respeito e apoio aos autistas.

Por todo o exposto, esclarece-se que não há fim eleitoreiro como afirmado em nota, uma vez que já se possui o mandato de deputado estadual e o jornal foi utilizado para divulgar a ações do 1º ano desse mandato (Jornal Informativo do Mandato do Deputado Wellington do Curso). Ainda assim, pedimos desculpas, caso a imagem tenha ocasionando algum constrangimento. Destacamos, mais uma vez, que a intenção era apenas uma prestação de contas, evidenciando uma de nossas bandeiras em defesa dos autistas e das minorias, almejando à inclusão e à igualdade social.

Atenciosamente,

Deputado Wellington do Curso
quarta-feira, 29 de junho de 2016
Deise recebeu a coroa das mão da Isadora Amorim, Miss Maranhão 2015.

Sob a produção Studio Marcio Prado o concurso Miss Maranhão 2016, que escolheu as finalistas virtualmente após análise de perfis na internet, aconteceu na noite desta terça-feira no Teatro Arthur Azevedo.

Na ótica da organização detentora da franquia do evento, a mulher mais “bela” do Estado é a jovem Deise D’Anne, de 25 anos, representante do município de Santo Amaro. Ela superou as representantes de Chapadinha e Imperatriz.

A partir de agora, a moça de 1.75 de altura vai se dedicar aos treinamentos para participar do concurso nacional, que vai acontecer no dia 1º de outubro, no Citi Bank Hall, em São Paulo.



A prefeitura de Turilândia vem pela presente Nota,informar que por motivo de falecimento prematuro do ex Vereador, Ex secretário de Cultura,membro da comissão organizadora do Arraiá Frevo de São João,Raimundinho Andreza,ocorrido na tarde  de ontem (28/06),decidiu cancelar os três últimos dias do São João de Turilândia 2016.

Raimundinho como era conhecido,foi um entusiasta,amigo e grande colaborador da nossa administração. Tendo empenhado com exito e responsabilidade a função que lhe fora atribuida.
Com grande pesar manifestamos nossos sinceros sentimentos, em nome de minha familia e de toda a equipe do Governo Municipal a todos seus familiares e amigos.

Contudo,contando com a necessária compreensão de todo o nosso Povo.


Atenciosamente
Alberto Magno
Prefeito de Turilândia -Maranhão
Deputado Wellington do Curso (PP)

Atentado à liberdade de imprensa e de informação aconteceu no setor de RH. Militares foram identificados como Major Diógenes e Sargento Vasconcelos


O deputado Wellington (PP) usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Maranhão para criticar o grave atentado à liberdade de imprensa e de informação contra o editor do ATUAL7, Yuri Almeida, durante investigação sobre a existência de funcionários fantasmas na Casa. Na segunda-feira 23, o blogueiro apurava a informação de que a diretora-adjunta do RH, Luana Saboia Almeida, recebe seus vencimentos sem precisar ir trabalhar, quando foi expulso do setor por dois seguranças da AL-MA.


“Não há necessidade disso. A Assembleia Legislativa é a Casa do Povo. Todos os assessores de comunicação, jornalistas, blogueiros precisam desenvolver suas atividades com liberdade”, cobrou.

O seguranças, que são policiais militares cedidos pelo Comando Geral para o Poder Legislativo estadual,foram identificados como Major Diógenes Azevedo e Sargento Vasconcelos. Uma segurança, mulher, ainda não identificada, também participou da ação. A informação dada por eles é que a ordem para a expulsão do blogueiro teria partido do diretor de Comunicação da AL-MA, Carlos Alberto.

Para Wellington, o caso precisa ser acompanhado pela Comissão de Direitos Humanos (CDH) da AL-MA e esclarecido pelo diretor de Comunicação. O pedido foi feito durante o discurso ao próprio presidente da comissão, deputado Júnior Verde (PRB).

“Que a gente possa averiguar o que realmente aconteceu, conversar com o diretor de Comunicação Carlos Alberto, para que a gente possa reparar esse equívoco. Que a gente possa verificar o que realmente houve, deputado Júnior Verde. Averiguar os detalhes. Não há necessidade disso. Então, fica aqui o nosso pedido de acompanhamento da Comissão de Direitos Humanos sobre esse episódio envolvendo o blogueiro Yuri do ATUAL7, para que isso não aconteça com outros jornalistas”, alertou o deputado do PP.

Nenhum dos outros parlamentares presentes da sessão comentou o assunto. Nem mesmo o presidente da CDH.

Desde que o ATUAL7 iniciou uma serie de reportagens sobre a existência de funcionários fantasmas na Assembleia, Wellington foi também o único deputado a cobrar publicamente ao presidente da Casa, Humberto Coutinho (PDT), que aja com transparência e que pare de dificultar o acesso à lista de todos os deputados e servidores da AL-MA com seus respectivos vencimentos e lotação.



O Ministério Público do Maranhão, por meio da Promotoria de Justiça de Turiaçu, ajuizou, no dia 23, uma Ação Civil Pública contra o Município. A ação pede a reforma do mercado municipal conforme as normas técnicas de higiene, saneamento e fiscalização sanitária, no prazo de 90 dias, sob pena de multa diária de R$ 5 mil.

De acordo com o titular da Promotoria, Thiago Lima Aguiar, foi apurado em procedimento administrativo a falta de estrutura física adequada, condições precárias de higiene, descaso do poder público e descumprimento dos direitos do consumidor. Ele explica, no documento, que as condições atuais do mercado municipal causam danos à saúde pública.

"São inúmeras reclamações colhidas na Promotoria, que relatam manuseio inadequado de alimentos, venda de peixes podres e a consequente contaminação", afirma o promotor de justiça. "Além disso, foi constatada destinação inadequada dos resíduos sólidos e a presença de animais pelo mercado".

Desse modo, o MPMA pede a reforma e adequação externa e interna do mercado municipal, com ampliação do espaço e construção de bancadas entre os vendedores; a aquisição de uma bomba de pressão para a limpeza do espaço; fiscalização das vendas e adequação aos parâmetros definidos no Código de Defesa do Consumidor.

A ação também requer o compromisso do Município em viabilizar o cadastramento e emissão de alvará aos vendedores, fiscalização da higiene e condições sanitárias, aumento do quadro de funcionários e oferecimento de cursos de capacitação.
O deputado federal João Marcelo Souza (PMDB) utilizou a tribuna da Câmara na manhã de ontem, para denunciar atos de perseguições políticas por parte do governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB).

Em seu discurso, João Marcelo citou detalhes de casos ocorridos com o pré-candidato à Prefeitura de Turilândia, Domingos Curió; e com o também pré-candidato à Prefeitura de Santa Inês, delegado Valter Costa. Esse último teria sido transferido de cidade, a mando do governador.

“Temos hoje o pior governador do Maranhão, conhecido como perseguidor do povo e da classe política. Ele não atende a classe política, nem de situação e nem de oposição. Mas agora ele extrapolou com a perseguição de pré-candidatos dos municípios de Santa Inês e Turilândia”, denunciou.

Segundo João Marcelo, Flávio Dino estaria por trás da recente prisão por motivos políticos do pré-candidato Domingos Curió (PMDB-MA), que segundo ele lidera pesquisas de intenções de votos. Ao ser preso o ex-prefeito teria sofrido agressões e teve a cabeça raspada.

“Ele está incomodando o candidato do governador Flávio Dino em Turilândia e é assim que esse governador age. Tenho vergonha do que ocorre hoje no Maranhão”, denunciou.

A categoria de policia civil do estado do Maranhão decidiu iniciar o movimento conhecido por Polícia Legal. A decisão foi tomada após o encerramento da greve e a recusa em aceitar a proposta oferecia pelo governo que não cobria nem mesmo a inflação do período correspondente.


De acordo com a lei, o movimento consiste em realizar as atribuições da polícia judiciária estritamente, que na atual circunstância representa na verdade uma greve. A categoria chama a atenção para a falta de estrutura de trabalho para os agentes, principalmente no interior do estado.

As represálias por parte da secretaria de segurança já se iniciaram em várias cidades do Maranhão. Em Pinheiro, por exemplo, o delegado regional tem agido rigorosamente e seguindo as ordens que lhe são dadas. Foi extinguido o regime de plantão e foi exigido que todos os policiais se apresentasse na delegacia regional, até mesmo aqueles que trabalham em cidades vizinhas ou mais distantes e caso não aparecessem iria sofrer pena de falta.

A medida foi adotada depois que investigadores e escrivães adotaram o “Polícia Legal”. Vários policiais tem se sentido coagidos e penalizados por conta da atitudes dos demais colegas.

Outra justificativa dada pelo degelado Carlos Renato de Oliveira foi o fato dos policiais terem saído de um grupo de WhatsApp da delegacia regional criado pelo próprio delegado. A atitude foi considerado uma afronta.

A República fundada pelo governador Flávio Dino, como ele mesmo se referiu quando tomou posse, parece estar se transformando em uma ditadura.
terça-feira, 28 de junho de 2016

Todos são PMs cedidos pelo Comando para a Assembleia. Eles foram identificados como Major Diógenes e Sargento Vasconcelos





O editor do ATUAL7, Yuri Almeida, foi expulso da sala de Recursos Humanos da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, na tarde desta segunda-feira 27, durante investigação sobre a existência de fantasmas na Casa. A ação foi feita por seguranças da AL-MA, que foram chamados para abordar o blogueiro ainda dentro do setor.


Almeida aguardava atendimento por parte do diretor-geral do RH da Assembleia Legislativa, Eduardo Pinheiro Ribeiro, sobre a sua adjunta no RH, a advogada Luana Saboia Almeida. Nomeada na Casa, na gestão do presidente Humberto Coutinho (PDT), desde fevereiro do ano passado, Luana recebe quase R$ 10 mil por mês sem precisar ir trabalhar. Ela é filha do desembargador Luiz Gonzaga de Almeida Filho.


Há cerca de um mês, o ATUAL7 vem revelando quem são os fantasmas da AL-MA e como a Casa vem manobrando para ser desobrigada de forneçer à Justiça a relação completa de todos os deputados estaduais e servidores (efetivos, comissionados, contratados e requisitados) lotados na Casa, com indicação de cargo, remuneração do mês de maio deste ano (inclusive verba de gabinete e eventuais vantagens) e lotação.


Atentado à Liberdade de Imprensa e Informação


Ao chegar na sala do RH, o editor do ATUAL7 identificou-se, informou que estava produzindo uma reportagem sobre os fantasmas da AL-MA, e pediu para falar com Luana Saboia Almeida, por ela ter sido apontada como uma das centenas de funcionárias fantasmas da Assembleia Legislativa. A atendente, identificada apenas como Alice, inicialmente disse que não poderia dar nenhuma informação a respeito de servidores, mas logo depois mudou a versão e informou que havia uma Luana trabalhando no setor, mas não soube informar quem era, que horas pode ser encontrada e nem o que faz.


Um outra pessoa do RH, não identificada, foi chamada. Esta, porém, afirmou que não daria qualquer informação até saber quem estava passando informações sobre a existência de fantasmas na AL-MA. Alertada de que estava negando informações públicas, ela informou que iria chamar o diretor do RH, e que somente ele poderia passar as informações solicitadas.


Minutos depois de espera, dois seguranças da Casa, identificados como Major Diógenes Azevedo (foto acima) e Sargento Vasconcelos, acompanhados de uma segurança ainda não identificada, chegaram na sala perguntando "quem era". O editor do ATUAL7 foi então apontado pelas duas pessoas do RH, e ordenado pelo Major Diógenes e pelo Sargento Vasconcelos a se retirar do local. Ao questionar o porque da ordem e quem a havia determinado, o Major Diógenes respondeu que o blogueiro não poderia chegar no RH fazendo "aquele tipo de pergunta" e que só poderia entrar na AL-MA após se identificar no setor de Segurança. Os seguranças passaram então ameaçar o blogueiro para que saísse do local, do contrário seria retirado a força.


Ciente do atentado grave contra a liberdade de imprensa e de informação, Yuri Almeida avisou aos seguranças que eles estavam agindo em abuso de autoridade, e pediu que eles parecem de ameaçá-lo e gritar com ele. Alterado, o major Diógenes Azevedo aumentou ainda mais a voz e passou a perguntar se Almeida o estava ameaçando. O blogueiro informou que não era ameaça, mas um pedido para que o respeitasse e não alterasse a voz, pois ele estava no local apenas fazendo o seu trabalho. O major disse que iria continuar falando do mesmo jeito, pois quem dava as ordens ali era ele.


Neste momento, as duas funcionárias do RH informaram a Yuri Almeida que ele não seria atendido pelo diretor-geral do setor e que qualquer informação sobre servidores só poderia ser dada pelo diretor de Comunicação da Assembleia, Carlos Alberto. O major e o sargento, então, obrigaram Almeida a sair da sala, alertando que ele não teria mais porque continuar no local após o diretor Eduardo Pinheiro Ribeiro informar que não iria recebê-lo.


Ação foi registrada por câmeras


Já no corredor que dá acesso ao RH, os seguranças ainda disseram que o blogueiro deveria acompanhá-los, e voltaram a afirmar que Almeida só poderia voltar ao local após autorização do setor de Segurança da Casa. A segurança ainda não identificada disse que para ir ao local seria necessário primeiro protocolar um pedido para, se aceito, autorizar a volta ao local.


O editor do ATUAL7 ainda se identificou, por meio de documentos, aos seguranças, e informou que toda a ação seria denunciada ao presidente do Comitê de Imprensa da Assembleia Legislativa, jornalista Jorge Vieira, inclusive informando os nomes de ambos. O Sargento Vasconcelos apontou então para o crachá funcional e disse que não temia qualquer ação, pois ele era PM.


Toda a ação foi registrada pelas câmeras de segurança do RH e do corredor que dá acesso ao setor, e acompanhada por pelo menos 10 servidores do Recursos Humanos. As imagens das câmeras serão solicitadas.


Yuri Almeida ainda tentou falar com o diretor de Comunicação, Carlos Alberto, sobre o ocorrido. No Complexo de Comunicação da Assembleia, porém, um outro segurança informou que não havia ninguém no local além dele. O editor do ATUAL7, que passou a ser monitorado por todos os seguranças da Casa, ainda tentou falar com o chefe de Segurança da AL-MA, Coronel Marco Antônio Pimentel, porém foi informado por seus subordinados de que o coronel estaria em reunião e que não poderia atendê-lo.

Fonte Atual7

Notícias falsas que acusam político de crimes não devem circular, pois podem prejudicá-lo indevidamente nas próximas eleições. Com esse entendimento, a 36ª Zona Eleitoral de Cristalina (GO) concedeu liminar para suspender a veiculação no WhatsApp de uma notícia falsa que acusa o vereador Daniel do Sindicato (PSB), pré-candidato a prefeito dessa cidade, de estar envolvido na operação “lava jato”.

A reportagem falsa copia a identidade visual do site G1 para afirmar que Daniel do Sindicato e o também vereador de Cristalina Rosivaldo Pelota (PSB) praticaram caixa dois com recursos do esquema de corrupção na Petrobras desvendado pela operação.

Para evitar ser prejudicado nas eleições de outubro, Daniel do Sindicato, representado pelo escritório Gabriela Rollemberg Advocacia, pediu que o homem que repassou a notícia falsa seja proibido de voltar a transmitir esse arquivo no aplicativo de mensagens.

O juiz eleitoral Thiago Inácio de Oliveira deferiu a liminar. Segundo ele, está presente o perigo na demora, uma vez que a propagação da matéria pode afetar a imagem do político e afetar sua candidatura à Prefeitura de Cristalina. Além disso, há fumaça do bom direito, apontou o juiz, já que a envergadura da “lava jato” não deixaria incólume nenhum político dessa cidade.

“Dessa aparência de verdade das alegações trazidas pelo Representado, exsurge, uma vez provocado este juízo eleitoral, o poder/dever de inibir a divulgação da mensagem combatida, uma vez que, pelo contexto que a cerca, apresenta também aparente conteúdo eleitoreiro, pois supostamente dirigida por um vereador contra outro vereador, cargos públicos eletivos que estarão em disputa nas próximas eleições”, afirmou Oliveira.

Com isso, ele concedeu a liminar proibindo que o homem volte a transmitir acusações falsas contra Daniel do Sindicato. O juiz ainda pediu que o político comunique o WhatsApp da decisão, para que o aplicativo exclua a notícia fraudada do G1.

Clique aqui para ler a íntegra da decisão.

Processo 56-08.2016.6.09.0036




Faleceu hoje o ex – secretário de Cultura municipal de Turilândia, Raimundo Pedro, mais conhecido como Raimundinho, que estava afastado do seu cargo de secretário para tentar a eleição como vereador em outubro deste ano.

Raimundo foi encontrado morto hoje à tarde, 28 de junho de 2016, em sua residência, vítima de um possível infarto.

Sempre presente na política do município, Raimundinho ocupou a cadeira de vereador na Câmara, de 2008 a 2012, tentando a reeleição em 2012 sem sucesso.

Desde que foi nomeado secretário de esporte e cultura em Turilândia, Raimundinho esteve ao lado dos jovens buscando resgatar a juventude através do esporte. Também foi o responsável pela organização e programação do Arraial Frevo do Povo em 2016, que deveria acontecer até o dia 30, suspenso temporariamente devido a sua morte.

Ficará em nossas lembranças, cada sorriso, cada abraço e cada trabalho concluído com o entusiasmo de sempre e a certeza que hoje Turilândia perdeu alguém importante que fez parte da sua história.

Desejamos a família os nossos pêsames e que Deus dê sabedoria para aceitar o fato como parte de Seus planos.

Com informações do Ação Turilândia
O atual Líder do Governo na Câmara Municipal de Godofredo Viana,o Vereador Nelinaldo Azevedo Queiroz , “BURIKA” (PSC) foi indicado pelo prefeito MARCELO JORGE (PDT) como líder do Executivo na Câmara Municipal de Godofredo Viana, no biênio 2015/2016. 

Vereador Nelinaldo Azevedo
Nesta semana o vereador anunciou apoio a atual vice prefeita e pré candidata a Prefeita do município de Godofredo Viana,Karine Andrade.

Nelinaldo exerce seu primeiro mandato no Legislativo municipal,faz parte da comissão de Constituição e Justiça.


Dentre os vereadores da Base do Governo,três anunciaram apoio ao Pré candidato Sissi Viana, VEREADOR CHICO VILA NOVA (PROS),JORGE ALBERTO (PTB) e o Vereador  MAGNO (PRTB)

Outros dois vereadores que fazem base ao governo ainda não anunciaram seu posicionamento para as eleições 2016. ZÉ BODE (PR) e Erivaldo Mesquita (PV).

Pré-candidato a prefeito Wellington cresce entre os jovens da capital

O deputado estadual e pré-candidato a prefeito de São Luis, Wellington do Curso (PP), deve mostrar sua força e assumir a ponta, é o que indica a analise de profissionais. Especialistas avaliaram o desempenho do pré-candidato nas últimas duas pesquisas e garantem que na pesquisa Escutec/O Estado, que será divulgado no próximo sábado (02), um eventual crescimento e conseqüente virada, não deve ser recebida com nenhuma surpresa.

Wellington, que assumiu o perfil de terceira via, com independência, tem agradado não só a juventude da capital, mas principalmente aqueles que estão desacreditados com o cenário político atual. Paralelo ao seu crescimento, vem a onda de ataques, supostamente financiado por seus dois adversários, e que abastece o mercado da blogosfera.

Ainda de acordo com o levantamento, caso os ataques não consigam barrar o crescimento de Wellington, a próxima etapa será o de flerte político, e os primeiros partidos que devem se aproximar de Wellington é o grande anão Pmdb e PV, que juntos devem arrastar partidos menores.

Sábado voltamos a falar do assunto.

Após muita especulação e ter seu nome citado no ultimo levantamento feito pelo Instituto Prever como um dos possíveis nomes para compor a Câmara de Vereadores de São Luís, o humorista Garoto Mídia, da TV Kamaleão, oficializou na manha desta terça-feira (28), por meio de suas redes sociais, a sua pré-candidatura ao cargo de vereador por São Luís.


O humorista publicou em sua conta no instagram: “Depois de muita especulação e fofoca, venho a público dizer que SOU PRÉ CANDIDATO A VEREADOR POR SÃO LUÍS, é sério. E antes que venham dizer que política é coisa séria, só quero dizer que a política já tá uma palhaçada faz é tempo, então melhor colocar quem entende do assunto pra representar. Obrigado e aguardem novidades, São Luís!” disse Garoto Mídia.

Com grande receptividade dos seus quase 50 mil seguidores, a postagem recebeu mais de mil curtidas, e foi muito comentada, com frases de apoio e piadas alusivas ao deputado federal Tiririca, como “São Luís pior do que tá não fica.”

O humorista não perdeu a linha nem com os comentários negativos, e em um deles respondeu com humor.

“Cada merda que vejo! Do jeito que esse Brasil só tem otário, se realmente for candidato, capaz de ganhar! Esperar o que onde o deputado federal mais votado do Brasil é tiririca !”comentou um seguidor com apelido de torcedor do Flamengo, que teve a resposta na ponta da língua: “ Mais fácil eu ganhar do que teu time né pae?” respondeu com humor Mídia.


Os primeiros seis meses de 2016 apresentam um quadro negativo na descoberta de pessoas portadoras positivos de HIV em Caxias. Sem contar outras dezenas de aidéticos ainda não localizados.

No primeiro semestre 73 casos foram registrados, sendo 40 homens e 33 mulheres. Quatro gestantes são soro positivos.

Com a idade entre 20 a 60 anos, o grupo vem sendo acompanhado pelo Centro de Testagem e Aconselhamento da cidade, como na doação de medicamentos, por exemplo.

Apesar da intensa campanha de prevenção, Caxias parece que ignora a importância da camisinha e, por isso, os registros são alarmantes.
A Organização Mundial de Saúde calcula que para cada 1 caso, multiplica-se por 10. Então, caxias teria neste momento 730 aidéticos.


Via Luis Cardoso
Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Em entrevista à Rádio Guaíba (Rio Grande do Sul), nesta segunda-feira (27), a presidenta Dilma Rousseff disse que a perícia feita a pedido da comissão do impeachment do Senado mostrou que ela não cometeu crime de responsabilidade, demonstrando que não há base jurídica para o impeachment.

“Ficou caracterizado, pela própria perícia feita pelo Senado da República, que os motivos pelos quais eles me acusam não caracterizam crime. No que se refere ao Plano Safra, a minha presença em nenhuma ato foi constatada. Por tanto, consideraram que eu não participei em nenhum momento do Plano Safra porque isso não é papel do presidente da República. Nós viemos dizendo isso há muito tempo, mas agora a própria perícia do Senado constatou isso”, afirmou a presidenta.

Sobre os três dos quatro decretos de crédito que a perícia afirma serem “incompatíveis” com a meta fiscal do ano passado, ela enfatizou: “Nós começamos sendo acusados de seis decretos (…) Agora, a própria perícia do Senado diz que não são seis decretos, são três decretos. E nesses três decretos, também não foi constatada nenhuma participação minha dolosa. Ou seja, não há em nenhum momento um alerta ou um parecer técnico ou uma avaliação que diga: ‘Presidenta, se você assinar esse decreto, você estará comprometendo a meta fiscal’. Não houve isso”.

E acrescenta: “Então, cada dia que passa, fica mais claro que esse é um processo de impeachment sem base legal. E por isso, se caracterizaria como um golpe”.

Fonte: Portal Vermelho


A ação criminosa foi registrada por volta das 02h58 desta terça-feira (28) em Maracaçumé. De acordo com informações repassadas pela polícia local, elementos armados teriam executado explosões na agência dos Correios da cidade, felizmente os bandidos não conseguiram obter exito na ação tendo em vista que não conseguiram abrir o cofre na rápida ação. 

A guarnição local solicitou apoio operacional das policiais de Governador Nunes Freire e Presidente Médici na tentativa de capturar os elementos que se evadiram sentido à Governador Nunes Freire.


Melhora a rejeição de Dilma enquanto a aprovação de Temer cai
Melhora a rejeição de Dilma enquanto a aprovação de Temer cai


O primeiro mês do governo interino de Michel Temer teve efeitos opostos na avaliação do peemedebista e da presidente afastada Dilma Rousseff, segundo pesquisa da consultoria Ipsos. No período, o índice de reprovação de Temer subiu e o de Dilma caiu.

De acordo com o levantamento, de maio a junho, a porcentagem de pessoas que desaprovava totalmente ou um pouco o interino cresceu de 67% para 70%. Para a petista, indicador passou de 80% para 75%. A aprovação de Dilma, por sua vez, foi de 15% para 20%. A de Temer também aumentou, indo de 16% para 19%.

Ainda de acordo com a pesquisa, em junho 43% dos entrevistados afirmaram considerar o governo federal ruim ou péssimo, marca mais positiva do que a última registrada pelo governo Dilma, em maio (69%).

Os dados foram coletados entre 2 e 13 de junho, por meio de 1.200 entrevistas em 72 municípios. A margem de erro é de 3 pontos percentuais.

Danilo Cersosimo, diretor na Ipsos Public Affairs e responsável pela pesquisa, diz que a baixa popularidade de Temer é explicada por três fatores: a falta de uma agenda clara de mudanças, a imagem de político tradicional e o contexto turbulento no qual governa.

Fonte: BBC Brasil


Dezenas de materiais de uso hospitalar foram encontrados abandonados na calçada de uma casa no povoado Barracão de Madeira, na zona rural do município.Todo o material jogado era do posto de saúde da localidade que encontra-se fechado. O local estava passando por reforma, mas as obras estão paralisadas devido a troca de comando no executivo. 



A equipe do blog que esteve nesse domingo registrando um evento no povoado, foi surpreendida com cena e registrou as imagens. Segundo moradores os materiais encontra-se em estado de abandono a muito tempo e a comunidade do povoado não tem nenhuma informação concreta sobre a continuação das obras no posto de saúde.







É importante frisar ainda o alto risco que os moradores sofrem, principalmente as crianças, com a exposição de remédios a céu aberto. Nem por isso, a administração municipal sequer providenciou um local para guardar todo o material abandonado.Entre os produtos encontrados, existem medicamentos expostos e diversos outros materiais hospitalares que ainda poderiam está servindo a população. Uma cama e uma cadeira odontológica também foram encontradas no local. 



Enquanto Governador Newton Bello vivencia o descaso público, a comunidade fica sem os serviços básicos de saúde. 



Esperamos que o novo governo que disse que mudaria Newton Bello tome logo as devidas providências e não fique se justificando com erros do passado pois agora o prefeito é Barrosinho e só ele pode muda a história.


                       http://www.lucianotavares.com/




O governador Flávio Dino terá seu primeiro embate com boa parte dos deputados estaduais. Os parlamentares, entre oposicionistas e governistas, mandaram um duro recado ao Palácio dos Leões: trancaram a pauta das mensagens governamentais que estão pendentes de aprovação no Legislativo.


Além de desprestígio, o não recebimento deles em Palácio, o não acolhimento dos seus pleitos, os deputados não aceitam mais ficar sem o dinheiro das emendas que não foram destinadas para suas áreas de atuações e, pelo visto, não chegarão até ao final deste ano, se depender do governador.

A situação de crise vai se agravar mais ainda agora com a aproximação das eleições municipais. Ocorre que o governo inventou uma série de candidatos fracos nas cidade, ignorando as lideranças locais que são apoiadas pelos parlamentares.

Não fosse o esforço e sacrifício do presidente da Assembleia Legislativa, Humberto Courinho, a crise já teria estourado há mais tempo.

Coutinho é habilidoso, compartilha a gestão da Casa, e tem atuado como bombeiro para evitar que as chamas da insatisfação saiam dos gabinetes e tomem os espaços do plenário.

De acordo com informes do Blog do Luis Cardoso, os bandidos chegaram na agência do Banco do Brasil fardados como policiais civis e da Secopi, que é uma empresa de segurança armada.

Eles levaram o gerente do banco como refém e saíram em dois carros, sendo um Ford Classic preto e um Ecosport branco. Este último veículo foi encontrado queimado.

O bando teria fugido em direção à cidade de Água Branca. Aguardem novas informações




Em Godofredo Viana, no Oeste  do Estado Maranhense, o nome da vez e grande favorito para ganhar as eleições deste ano  é o pré-candidato a prefeito Sissi Viana  (PSDB). 



No município de Godofredo Viana, as articulações para as eleições 2016 não param e depois de muitas especulações em torno do nome que ira compor chapa com o empresário e pré-candidato a prefeito pelo (PSDB) Sissi Viana, surgiu um nome que agradou por unanimidade todos do grupo, e foi recebida com grande festa no distrito de Aurizona, o da esposa do ex Vereador Nuca Severo, Lindalva Severo.

O anúncio foi feito na noite desta segunda feira (27) em uma grande reunião do Pré candidato a prefeito Sissi Viana (PSDB) no Distrito de Aurizona e contou com a presença de várias lideranças politicas,vereadores e pré candidatos a vereador.

Lindalva falou de sua caminhada na vida pública,agradeceu a confiança de todos no grupo e pediu dedicação e confiança dos amigos nesta caminhada.

Já o Pré candidato Sissi Viana destacou que o nome de Lindalva Severo na chapa como vice dará mais força ao grupo,e dará voz ao povo de  Aurizona,povo este que foi esquecido e que  precisa urgentemente ter uma liderança em quem possam depositar  confiança.

Sobre Lindava Severo

Dona Lindalva  Severo têm 53 anos de idade,reside na Vila de Aurizona a mais de 20 anos,é casada com o ex vereador do município Nuca Severo,é mãe,têm dois filhos e conhece de perto o anseio do povo de Aurizona.

A oito anos realiza serviços sociais na comunidade,é amiga e companheira dos garimpeiros e do povo local.


Superintendente da Seccor, Roberto FortesNo comando da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (SECCOR), o delegado Roberto Fortes disse que a corrupção no Maranhão está em todos os municípios.



“A corrupção hoje ela está aí em todos os municípios e órgãos, e nós temos muito trabalho para desvendar isso aí,” afirmou.

A revelação feita pelo superintendente da Seccor ocorreu após coletiva à imprensa, na última sexta-feira (24), para falar sobre a prisão do ex-prefeito de Turilândia-MA, Domingos Sávio Fonseca Silva, o Domingos Curió, e a esposa Ângela Maria Everton.

O casal foi preso por corrupção e envolvimento em esquema de agiotagem com Gláucio Alencar.

Clique e veja a declaração do delegado:

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog