quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Mais um jovem é morto em Godofredo Viana.
Desta vez o atentado aconteceu dentro da propia delegacia de policia.
Um jovem conhecido por Joaozinho foi preso e levado para delegacia e colocado na mesma cela com outros presos onde se encontrava outro jovem conhecido com Teletabes.
Segundo informações o Joaõzinho estava com uma arma branca (canivete automatico) não percebido pelos policiais, ao entrar na cela o mesmo atacou o rapaz que ja tinha uma rixa antiga lhe dando vários golpes. O jovem foi levado para o hospital mais não resistiu.
Os outros presos se revoltaram, tomaram a arma do criminoso e esfaquiaram o mesmo que se vingiu de morto.
Os Policiais contactaram a Ambulância que puseram o corpo para levar ao posto médico da cidade, mais em uma parte do caminho mesmo esfaquiado o jovem abriu a porta traseira do veículo e saiu correndo, logo em seguida foi abordado pelos policiais, e levado para o Hospital na cidade vizinha de Cândido Mendes.
Mais informações a qualquer momento.
O prefeito eleito de São Luis, Edivaldo Holanda Júnior  acaba de nomear os integrantes da equipe de transição, que ficará responsável pelo levantamento de dados da atual administração. 

A equipe está sendo presidida pelo vie-prefeito eleito, Roberto Rocha (PSB) e tem a missão de entregar ao prefeito uma radiografia do que está sendo encontrado pelo gestor que vai assumir em primeiro de janeiro de 2013. 

Integram a comissão de transição Delcio Rodrigues e Silva Neto, Pedro James Guedelha, Linaldo Albino da Silva, Rodrigos dos Santos Marques e Wellington Resende, Felipe Camarão e Bernardo Felipe Pires Leal

Abaixo publico o ofício encaminhado ao prefeito João castelo solicitando acesso da equipe às informações referentes ao município de São Luís. 


Desembargador Bayma Araújo
A 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) recebeu denúncia do Ministério Público Estadual contra o prefeito de Serrano do Maranhão, Uaunis Rocha Rodrigues, por não prestar contas do exercício financeiro de 2011 ao Tribunal de Contas do Estado (TCE).
No oferecimento da denúncia, o MP enfatiza que o simples atraso na prestação de contas é suficiente para configurar o delito, que tem natureza formal, constituindo-se independente da produção de qualquer resultado.
Em sua defesa, o Rodrigues pediu que a denúncia fosse rejeitada, afirmando ter feito a prestação de contas do exercício financeiro de 2011 em 25 de abril de 2012, enviando os respectivos relatórios financeiros à Câmara de Vereadores do município. Ele disse ainda ser leigo na área de contabilidade ficando a mercê de assessores.
O voto do relator do processo, desembargador Bayma Araújo, pelo recebimento da denúncia seguiu parecer da Procuradoria Geral de Justiça. Os desembargadores Froz Sobrinho e Raimundo Melo acompanharam o relator.
O entendimento foi de que a conduta do prefeito em não apresentar a prestação de contas da administração financeira nos prazos e condições estabelecidos constitui ilícito com sanções de natureza administrativa, civil e política, previsto em leis específicas.


Oligarquia já se movimenta visandfo as eleições de 2014
Tão logo concluída a totalização dos votos em São Luís, com a vitória de Edvaldo Holanda Junior (PTC), aliado do presidente da Embratur,  Flávio Dino (PCdoB), maior adversário da Oligarquia Sarney, a governadora Roseana (PMDB) já partiu para o ataque.
A toque de caixa, a Assembleia Legislativa, como sempre faz, a bancada governista se movimenta para aprovar outro bilionário empréstimo junto ao BNDES.
Trata-se da vultosa soma de R$ 3,8 bilhões de reais, que deve votado e aprovado nesta quarta (31) ou quinta-feira (01), com ampla maioria, com exceção dos poucos e heróicos votos dos deputados de oposição.
Formalmente, de acordo com a mensagem da governadora encaminhada à Assembleia, os recursos serão usados no “combate à pobreza”, mas a intenção é turbinar a candidatura do candidato da situação com vistas às eleições de 2014, e a candidatura da própria Roseana Sarney ao Senado.
Desde que assumiu o mandato no tapetão, em 2009, Roseana Sarney já endividou o Estado do Maranhão em mais de 5 bilhões de reais, fora os 3,8 bilhões de agora.
A Oligarquia Sarney acostumou-se a fazer campanha eleitoral apenas com dinheiro público, e esse empréstimo é apenas mais um dos muitos.
Mesmo respondendo a processo que pode levar à perda do mandato por abuso de poder econômico no TSE, Roseana Sarney jamais se intimidou em usar o dinheiro público com fins eleitorais.
Somente este ano, o governo liberou algo em torno de R$ 300 milhões de reais a aliados políticos às vésperas das eleições para turbinar-lhes as candidaturas. Em 2010, liberou cerca de 1 bilhão de reais com o mesmo fim e garantiu sua rereeleição.
O monstruoso endividamento do Estado, levado a cabo por Roseana, em sucessivos e bilionários empréstimos,  tem um duplo alvo: um, no processo a que responde no TSE, por abuso de poder econômico. Se for cassada, os rombos nas contas públicas, com os empréstimos bilionários, tem o objetivo de tornar o Estado ingovernável; se conseguir sobreviver à cassação do mandato no TSE, os recursos servirão para turbinar sua candidatura ao Senado e do seu candidato ao governo, com a velha prática de convênios eleitoreiros criminosos.
O pior de tudo é ver o Ministério Público do Maranhão a tudo assiste e não se incomodar nem um pouco com isso. Sempre foi assim.
A única coisa certa com os empréstimos contraídos por Roseana Sarney, é que o Maranhão continuará empobrecendo cada vez mais, ostentando os piores índices de desenvolvimento humano do país.
Se Flávio Dino se articula politicamente para a disputa de 2014, aglutinando partidos e aliados em torno de um programa, de um projeto, a Oligarquia se vale dos cofres públicos, sua velha e sempre atual prática, para tentar mais uma vez subverter a vontade popular pelo abuso de poder.
Portanto, 2014 já começou.


O vereador Pedro Filuca (PSB) renunciou seu cargo no dia de ontem. Os motivos que o levaram a renunciar ainda não são oficialmente conhecidos.

Em seu lugar assumirá o suplente Newton Sarges (PSB).

Newtinho, como é conhecido, é professor de biologia do Estado e atuante nas áreas de esporte, cultura e meio-ambiente.

Nos próximos quarenta e cinco dias acompanharemos o trabalho do mais novo vereador de Governador Nunes Freire.

Desejo ao novo edil que faça um bom trabalho e represente bem a todos nós nunesfreirense.

Ainda não consegui confirmar a data da posse, mas o mais provável é que seja nesta quinta-feira (01/11).
terça-feira, 30 de outubro de 2012

Edivaldo permanece no mandato até dezembro

O prefeito eleito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PTC), em entrevista ao titular do blog, anunciou que o secretariado da futura administração terá “perfil técnico e condições de ajudá-lo a construir as mudanças que o povo tanto deseja”.

A primeira condição para fazer parte da equipe do primeiro escalão é não ser candidato a cargo majoritário ou proporcional nas eleições de 2014, a fim de evitar mudanças na metade da administração.

Edivaldo Holanda quer montar um secretariado técnico de alta competência, que tenha condições de viabilizar recursos para o município através de projetos junto aos ministérios e que possa realmente contribuir com as transformações pretendidas.

O novo prefeito adiantou que se os partidos que apoiaram sua candidatura tiverem técnicos de reconhecida competência e que possam ajudar sua administração, serão, segundo ele, “bem vindos”.

“Nossa administração não dará emprego de secretário, vai montar um secretariado de alto nível e comprometido com as mudanças que pretendemos implantar na prefeitura”, adiantou.

O prefeito eleito disse ainda que sua equipe será essencialmente técnica porque a população de São Luís não suportaria mais administrações voltadas apenas para o interesse político.

Holanda Júnior deixou claro que não existe ninguém escolhido para ser secretário e que vai analisar todos os nomes e currículos dos indicados pelos partidos para saber se possui o perfil técnico desejado para a pasta que estão sendo indicados.  

Edivaldo Holanda Júnior, após cumprir uma série de compromissos com a imprensa, viajou nesta tarde de terça-feira à Brasília para reiniciar sua atividade na Câmara dos Deputados. Vai permanecer no mandato até o final de dezembro, já que a posse acontecerá somente em primeiro de janeiro de 2013.    

Todos os dados da administração atual serão coletados pela equipe de transição para que ele possa assumir o mandato conhecendo toda a situação econômica e financeira do município.
segunda-feira, 29 de outubro de 2012

PSD se consolida como quarta maior força política nos municípios


O PSD, partido liderado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, sai das eleições municipais com um tamanho inimaginável há um ano. A legenda se consolida como a quarta maior do País nos municípios. No primeiro turno, a sigla elegeu 494 prefeitos e, na segunda rodada das eleições, elevou esse número para 497. Neste domingo, a sigla venceu em cidades importantes como a capital de Santa Catarina, Florianópolis, além de Londrina (PR) e Ribeirão Preto (SP).

As derrotas em Joinville (SC) e em Blumenau (SC), no entanto, não ofuscam a força que o partido ganhou nos municípios. A sigla elegeu 4,6 mil vereadores e já é a quarta maior na Câmara dos Deputados, com 47 deputados federais. No Senado tem dois representantes.

O tamanho PSD tem atraído a atenção da base do governo. Na semana passada o Planalto sinalizou que atenderá a demanda do partido por um ministério. Dentro da legenda o anseio é pelo Ministério das Cidades.

A pasta é um dos maiores orçamentos do governo federal e tem forte potencial de visibilidade, já que administra os programas de mobilidade urbana com vista à Copa do Mundo de 2014 e às Olimpíadas de 2016, além do programa Minha Casa Minha Vida.

Assédio

O crescimento tornou o PSD uma ‘noiva’ assediada por partidos da base. O PSB, controlado pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos, tem namorado a legenda de Kassab. Os dois caciques se encontraram na terça-feira (23) em Petrópolis (RJ). Eles tomaram um café na cidade serrana e acertaram discutir o ‘casamento’ partidário em 2013, conforme apurou o iG .

Kassab também tem mantido conversas com o PP. O prefeito de São Paulo estaria negociando uma fusão junto ao deputado federal Paulo Maluf (SP). Ele tenta se aproximar também dos senadores Francisco Dornelles (RJ) e Ciro Nogueira (CE). Dornelles teria se mostrado contrário à aproximação das legendas.

O que PSB e PP veem na aliança com o PSD é a possibilidade se tornarem uma força política capaz de substituir o PMDB na aliança prioritária com o Planalto.
sexta-feira, 26 de outubro de 2012
Para instalar mais medo ainda na população, o ex-presidente da Fundação José Sarney, o juiz do TRE José Carlos Sousa e Silva, fez uma manobra para fazer com que João Castelo (PSDB) volte a exibir o vídeo da suposta milícia.
 
A decisão já tinha sido proferida pelo juiz federal Nelson Loureiro desde a última terça (23), impedindo a divulgação do vídeo. Os advogados de João Castelo tentaram - através de manobra denunciada pelo juiz José Bernardo Silva Rodrigues - uma segunda liminar permitindo a divulgação do vídeo.
 
Por tentar “ludibriar” a Justiça Eleitoral interpondo o mesmo recurso duas vezes ao mesmo Tribunal (o que não é permitido), os advogados de Castelo foram denunciados pelo corregedor do Tribunal Regional Eleitoral à OAB-MA e ao Ministério Público Eleitoral.
 
Mas, mesmo depois das denúncias de manobras, os advogados tucanos continuaram procurando o TRE para conseguir uma “liminar” em seu favor. Agora conseguiram: com o juiz íntimo de José Sarney, José Carlos Sousa e Silva.
 
O ex-presidente da Fundação de Sarney dá um nó no direito ao aceitar um recurso que, pela 3ª vez, chega ao mesmo tribunal. José Carlos contraria a decisão anterior de seu colega magistrado que, ao ver a má-fé e o “desvio de conduta ética” (segundo palavras do próprio José Bernardo, corregedor), revogou a decisão.
 
Faz tudo isso, claro, a mando de seu chefe maior, José Sarney. É assim: com decisões compradas, no tapetão e na marra que João Castelo e José Sarney tentam reverter a grande decepção do povo de São Luís com as duas oligarquias.
quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Prisão dos militares: Maranhão voltou ao ano de 1966, diz especialista em legislação eleitoral

O advogado Rodrigo Lago, especialista em legislação eleitoral, através de sua página no Facebook, faz um apelo à governadora Roseana Sarney (PMDB) para que mande soltar os policiais que reuniram fora do horário de trabalho para declarar apoio ao candidato Edivaldo Holanda Júnior.
No entendimento de Rodrigo Lago, a democracia brasileira não permite este tipo de demonstração de força e intimidação.  
“O Maranhão ainda vive como se estivéssemos em 1966. Policiais militares são mantidos presos políticos. Cometeram o "crime" de declarar, fora do expediente, o voto contra os interesses da oligarquia. Faço um apelo a governadora Roseana Sarney: solte os presos políticos; a Democracia agradecerá".


No mês de Novembro dia 15 , a cidade de Godofredo Viana fará 48 anos de Emancipação Política. Para comemorar-mos esta data tão importante a NW PRODUÇÕES mais uma vez promove um evento que traz para o municipio centenas de jovens de todas as cidades vizinhas que gostam do esporte.
No dia 15 o torneio de Parabéns dará ao Campeão 1.000 (um mil reais)
e a inscrição será de 70 reais,haverá ainda para os times visitantes merenda dentro do Ginasio de esportes, o torneio terá cobertura total da Rádio Jangada Fm 87,9
apoio dos comerciantes locais como,Supermercado Pedro Freitas,Mercadinho Mendonça, Mercadinho Emanuely, Marcelo Barros, Junior Matos,Flávio Viana.

Estamos aguardando a prefeitura anunciar qual aparelhagen vai está no dia e todo cronograma comemorativo.

Os candidatos Edivaldo Holanda Júnior (PTC) e João Castelo (PSDB) voltam a se enfrentar nesta noite de quinta-feira (25), a partir das 21h, no debate promovido pela TV Difusora,  e amanhã (26), às 23h, na TV Mirante.
Espera-se que a oportunidade seja aproveitada para os postulantes apresentarem suas propostas para administrar a cidade pelos próximos quatro e não repita o ocorrida na Rádio Mirante quando João Castelo esqueceu os temas em debates para insistir apenas em falar sobre  uma suposta milícia.   
Líder disparado em todas as pesquisas já realizada até agora, Edivaldo adiantou que defenderá nesta noite de quinta-feira propostas e discutirá os problemas de São Luís. “Vamos discutir a cidade,” disse.
Antes de enfrentar o adversário no debate desta noite, Edivaldo teve ontem um dia agitado e de muita atividade de campanha. Percorreu os bairros próximos ao centro da cidade como forma de manter a dianteira na corrida pela prefeitura.
Lideranças políticas de oposição também participaram do momento, espalhando a onda de renovação política em São Luís. Vereadores como Bárbara Soeiro (PMN), Rose Sales (PCdoB) e Roberto Rocha Júnior (PSB) marcharam pelas ruas convidando a população a confirmar a vitória do vermelho no próximo domingo.
Em entrevista concedida durante a caravana, Edivaldo falou sobre como planeja administrar os recursos públicos em sua gestão, estabelecendo uma gestão participativa e de transparência.
 
“Nós sabemos que a prefeitura tem recursos. Mas é preciso otimizar o controle desses recursos e aplicar o dinheiro da forma correta. Nosso Plano de Governo traz a proposta do orçamento participativo, em que o cidadão poderá dar a sua sugestão de aplicação do dinheiro público
A deputada Eliziane Gama, terceira colocada no primeiro turno da sucessão municipal, disse nesta manhã de quinta-feira (25) ao blog que considera um absurdo a prisão do seu companheiro de chapa, Cabo Campos, sob suspeita de formação de milícia.

A deputada disse que passou o final de semana em Aragonã com sua família no interior do Estado e que foi surpeendida com a informação de que o seu candidato a vice estaria envolvido supostamente com formação de milícia.

"Cabos Campos é um militante social ativo, vei a ser nosso vice por conta de sua militância e não acredito que possa ter se envolvido com o que está sendo acusado. Para mim há um exagero na prisão dos militares", enfatizou.

A parlamentar disse qinda que os militares que apoiaram sua candidatura no primeiro turno são pessoas que em nenhuma hipótese se envolveria com milícia.

Eliziane negou que tivesse se ausentado de São Luís por conta de viagem à Europa e voltou a anunciar sua neutralidade no processo.

"Eu estava me sentindo muito cansada após a eleição e resolvi descansar na minha cidade, Aragonã, com minha família", esclareceu.
quarta-feira, 24 de outubro de 2012
Cerca de 260 seguranças da rede municipal de ensino ocuparam nesta manhã de quarta-feira (24) a área externa da Secretaria Municipal da Fazenda para cobrar dois meses de salários atrasados e afirmam que somente deixarão o prédio após terem seus problemas resolvidos pelo prefeito João Castelo (PSDB).
Em contato com o blog, o presidente do Sindicato dos Vigilantes de São José de Ribamar e São Luís, Raimundo José Campos, informou que os trabalhadores decidiram iniciar o movimento de cobrança porque estão passando necessidades com suas famílias.
“As empresas contratadas para fazer a segurança nas escolas do município estão sem receber a cinco meses e usam isso como argumento para não pagar as indenizações dos que foram demitidos porque a prefeitura não renovou os contratos”, diz José Campos. 
Castelo disse no debate da Rádio Mirante que a prefeitura não devia ninguém, mas para o presidente do sindicato, “se ele falou isso é porque não sabe o que se passa na sua administração, pois somente para as empresas que prestam serviço na área da Educação deve mais de R$ 3,5 milhões”, informou. 
Raimundo José denunciou que é voz corrente entre os empresários do setor que a prefeitura não paga as empresas porque a deputada Gardênia Castelo só libera a fatura se deixar 20% para ela. “É isso que a agente ouve dos empresários quando vamos cobrar eles”, enfatizou. 
“Nós somos obrigados a defender as empresas para que possamos receber o que nos é devido, por isso só vamos sair daqui quando nos apesentarem uma solução”, adiantou Raimundo José Campos
terça-feira, 23 de outubro de 2012



Castelo e Roseana: armações ilimitadas
Truculento, arrogante e péssimo perdedor, João Castelo foi ao Tribunal Regional Eleitoral na tarde de ontem (22) pedir o reforço de tropas federais para fazer a segurança da eleição como se São Luís vivesse em clima guerra, por conta da sucessão.
Ao contrário do que deixar transparacer, nenhum incidente grave envolvendo campanhas eleitorais foi registrado desde o início do primeiro turno. Pelos dados da Polícia menos de vinte ocorrências aconteceram ao longo da votação no dia sete de outubro.
O prefeito João Castelo e sua coligação, na verdade, sabem perfeitamente que a cidade não se deixou envolver nas baixarias da coligação “Pra Fazer Muito Mais” no horário eleitoral e muito menos se mostra disposta a participar do pleito como se fosse uma rinha.
O que o prefeito quer, na prática, é atingir a campanha do adversário Edivaldo Holanda Júnior na esperança de evitar novamente a humilhante derrota sofrida no primeiro turno ao tentar transformar uma reunião de apoio ao candidato em suposta formação de milícia.
Segundo a nota emitida pelos policiais Jean Marry e Márcio Leal, que participaram do evento com seus familiares, “é um absurdo inaceitável querer caracterizar esta iniciativa como destinada a organização de uma milícia a qualquer candidato”.
Os Policiais Civis, Militares e do Corpo de Bombeiros são cidadãos com direitos garantidos na Constituição e podem reunir, formar comitê e apoiar o candidato de sua preferência sem ter que dar satisfação a superiores já que reuniram fora do horário de trabalho.
O que chama a atenção neste fato montado para tentar reverter um quadro praticamente irreversível, é a velocidade com que a campanha de João Castelo postou o vídeo. A mentira foi plantada na coluna do jornalista Reinaldo Azevedo pela manhã e ao meio dia já estava no horário da propaganda eleitoral. Até parece que estavam combinados.
Tudo indica que estavam apenas esperando a publicação da molecagem para levar ao ar na esperança de atingir a candidatura Edivaldo Holanda, um jovem sério, comprometido com as lutas do povo ludovicense e que inspira confiança da população.
A história de vida de Edivaldo Holanda Júnior é muito diferente da João Castelo, um político ultrapassado, fora de tempo e truculento. Foi governador biônico feito pelas mãos do senador João Sarney (PMDB-AP) e  mandou a Polícia Militar agredir a população e os estudantes que lutaram pelo benefício da meia passagem.
Castelo não tem apoio popular porque foi e está sendo um péssimo prefeito, sua barca está afundando e nestas ocasiões, como diria um amigo meu jornalista, “pra quem está se afogando, jacaré é tronco”. 
Mas o teatro não seria completo sem a participação da governadora. Além de mandar prender os líderes do movimento a favor de Edivaldo, ainda liberou seus auxiliares na Polícia Militar para dar declarações no horário eleitoral de João Castelo condenando o ato e ameaçando punições.


Cabo Campos foi candidato a vice de Eliziane

Ex-candidato a vice do PPS, Cabo Campos, foi preso pela Polícia Militar do Maranhão. Candidato a vice-prefeito na chapa da deputada estadual Eliziane Gama (PPS), Cabo Campos foi detido pela Polícia Militar após declarar apoio ao candidato de oposição a João Castelo (PSDB), atual prefeito de São Luís. A prisão política pode ter acontecido pela aliança entre Castelo e Sarney.
 
Ao lado de familiares, lideranças comunitárias e de outros policiais militares, civis e bombeiros, Cabo Campos participava de uma reunião em manifesto apoio a Edivaldo. Depois da “revelação” do vídeo, o ex-candidato do PPS foi preso no início da noite de hoje (22). Não há informações sobre o motivo da prisão.
Diante da falta de informações da Polícia Militar, supõe-se que o ex-candidato foi preso por participar de um evento em apoio ao candidato Edivaldo Holanda Júnior. O vídeo, postado no youtube e usado pela campanha de João Castelo com a nomenclatura “Milícia 36”.
Na verdade, é clara a ligação cada vez mais estreita entre João Castelo e a governadora Roseana Sarney (PMDB) nessas eleições. Chefa da PM, a governadora pediu a prisão dos policiais para beneficiar seu aliado Castelo e instaurar um clima de tensão na cidade, com uma suposta formação de uma suposta organização.
Também na noite de hoje, a juíza Luíza Nepomuceno impediu a divulgação do vídeos. Os militares presentes na reunião lançaram também lançaram nota em que esclarecem os motivos da reunião.
“Temos o direito de nos manifestar politicamente, respeitando a lei. O vídeo divulgado apresenta trechos de forma descontextualizada para distorcer a real intenção da reunião e dos discursos feitos. Utilizamos expressões próprias ao nosso dia a dia e nos referimos a missão secreta que é o singelo trabalho de apoio ao candidato, visitando as famílias de nossos colegas para pedir votos.”
sexta-feira, 19 de outubro de 2012
Nesta sexta feira dia 19, na vila de Aurizona um caso gravissimo de Pedofilia foi notificado esta semana,
Segundo informações a  criança tem apenas 1 ano de idade .
Na sexta feira passada a mãe da criança deixou a menina com o pai enquanto faria compras,no intervalo de tempo já em direção ao seu destino lembrou-se do dinheiro havia  esquecido,ao voltar encontrou o pai da criança já totalmente nú tirando a roupinha da criança.
A mãe desesperada atacou o homem (seu marido) a cabo de vassoura,o homem estava bebado.

Caros amigos

Será que este homem deve ser  chamado de pai?

 Esse homem teria que ser preso,teria que pagar serviços sociais e ser afastado desta criança. Pois se sua mãe por um toque de Deus não estivesse voltado sabe-se Deus oque teria acontecido com a criança. Este homem é um monstro.

A mãe da criança não prestou queixa a policia e nem contactou o conselho tutelar de Godofredo Viana.



O presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Poder Legislativo, deputado Manoel Ribeiro (PTB), ao defender a candidatura do prefeito eleito do município de Viana, Chico Gomes, para a presidência da Famem - Federação dos Municípios do Estado do Maranhão – arremessou farpas em direção à atual direção da entidade, comandada pela dupla Júnior Marreca / Gil Cutrim.
Ribeiro explicou os motivos que o levam a apoiar o companheiro de plenário. Conforme o parlamentar, a opção por  Gomes é decorrente de sua competência, capacidade de gerenciamento e percepção daquilo que seja melhor para os Executivos municipais.
“Acredito que Chico Gomes, como presidente da Famem, não vá entregar título de melhor prefeito da Ilha da grande Ilha de São Luis  a quem está usando coleira da Polícia Federal, com fez a atual gestão com a prefeita cassada por corrupção de Paço do Lumiar, Bia Venâncio”, condenou.
A eleição para a presidência da Famem acontece em fevereiro de 2013 e deverá ser disputada, provavelmente, por Chico Gomes e pelo prefeito reeleito São José de Ribamar, Gil Cutrim, atual vice-presidente. O presidente, Júnior Marreca, deixará a chefia do Executivo de Itapecuru dia 31 de dezembro e não poderá concorrer à reeleição. 
quarta-feira, 17 de outubro de 2012

A campanha do prefeito João Castelo vem execrando diariamente o ex-secretário de planejamento do Governo Jackson Lago, Aziz Santos, e apresentando-o como um dos coordenadores da coligação “Muda São Luís”.
 
A bem da verdade, Aziz, de fato, tentou se aproximar da campanha de Edivaldo Holanda Júnior, logo no início do primeiro turno, mas sua participação foi rejeitada e ele seguiu para Barreirinha onde participou da campanha do prefeito eleito Leo Costa.  
Hoje, logo nas primeiras horas da manhã, o empresário Aziz Júnior, filho do ex-secretário de Planejamento, diante das agressões no horário eleitoral, perguntou ao pai qual o motivo de tanta ira de Castelo contra ele. Abaixo reproduzo a íntegra da resposta de Aziz Santos postada no Facebook.
  
"Perguntei ao meu pai o porquê de o Castelo estar vociferando agressões pra todo lado e, inclusive, a ele próprio, que foi seu companheiro do BASA, presidente do Banco de Desenvolvimento do Maranhão na época em que ele, Castelo, era Governador. Meu pai, rindo, disse-me mais ou menos o seguinte:
 
- “essa coisa de devolver dinheiro ao Tribunal de Contas por falta de documentos na prestação anual já está superada. Eram as atas dos jetons pagos aos secretários já entregues ao TCE. Ele sabe, apenas faz que não entende”.
 
- “filho, pensa num homem desesperado, vendo fugir de suas mãos a reeleição de prefeito, logo ele que afirmava ganhar no 1º turno”.
 
- “pensa. Não é pra menos. Ele antevê o seu ciclo político esvair-se de uma hora pra outra, sem entender o motivo de tanta rejeição e tanta solidão. Dá pena. Castelo rui. Desmorona a olhos vistos. O Rei está nu. Um garoto o despiu”.
 
- “a raiva que hoje ele tem de mim é porque fui testemunha dos 4 meses que ele, Castelo, passou para conceder uma audiência ao Dr. Jackson Lago, após este ter sido apeado do Governo pela mesma família que o introduziu na vida pública. Logo Dr. Jackson que o atendia, quando Governador, de dia ou de noite, bastava que Castelo assim necessitasse”.
 
- “imagine, filho, que Castelo tem o desplante de afirmar que se elegeu sem ajuda do Jackson ou do PDT. Parece piada. Toda a cidade sabe a força que fizemos para elegê-lo. Por que não se elege agora, que não tem o Jackson nem o PDT do seu lado?”
 
- “outra coisa meu filho: o pior de tudo é a ingratidão do Castelo ao Jackson. Mesmo tendo sido por este ajudado na eleição anterior de prefeito, não é que Castelo liberou toda a sua bancada de vereadores para votar em Roseana? Que coisa feia, filho. Esse senhor envelheceu perdendo a dignidade. Talvez este seja o maior motivo de sua solidão política, por ele mesmo confessada e lamentada na televisão”.
 
Foi o que meu pai me esclareceu. Castelo perdeu o rumo e resolve atacar indistintamente. Sua soberba o cega e tenta enlamear quem só o ajudou. O povo dará a esse senhor sua tão sonhada aposentadoria, só que compulsória. Ele e sua herdeira lamberão o lodo azedo e amargo da derrota.

O deputado José Carlos da Caixa (PT) é mais um parlamentar do PT a declarar apoio ao candidato Edivaldo Holanda (PTC).
A adesão ocorreu na noite de ontem (16), na sede do Sindicato dos Bancários, quando o parlamentar entregou ofício à coordenação do partido anunciando a decisão.
Em contato com o blog, o parlamentar explicou que fez a opção pelo candidato da presidenta Dilma Rousseff e dos partidos que estarão em seu palanque em 2014.
“Para nós o que importa é o projeto nacional e quem faz deste projeto são os partidos que apoiam Edivaldo Holanda, que vão está com Dilma em 2014”, justificou.


O candidato João Castelo (PSDB) sofreu mais um duro golpe na reta final da campanha. Após perder o apoio dos vereadores reeleitos Chico Carvalho, Barbosa Lage e Ivaldo Rodrigues, ontem (16) foi a vez do líder estudantil e coordenador de juventude da campanha, Vitor Fontenele, abandonar o posto e anunciar adesão à candidatura do deputado Edivaldo Holanda Júnior (PTC).
O desligamento do Presidente do MEI - Movimento Estudantil Independente - praticamente desmobiliza este importante segmento da campanha de Castelo, ao mesmo tempo em que se transforma num robusto apoio a Edivaldo Holanda, líder em todas as pesquisas já realizadas até agora, com larga vantagem para o adversário.
Vitor leva para a campanha de Edivaldo praticamente toda a militância espontânea do PSDB, abrindo assim ainda mais o fosso que separa Castelo da juventude de São Luís. O prefeito, quando governador do Estado, mandou a polícia meter o pau nos estudante e na população, o que lhe rende até hoje a antipatia dos jovens estudantes de São Luís.  



Um engavetamento envolvendo um táxi e três ônibus, deixaram quatro pessoas feridas incluindo um recém-nascido de apenas 20 dias. O acidente que aconteceu na Avenida dos Franceses, na capital São Luís, causou um grande congestionamento e tumulto no local.


As informações são de que dois ônibus teriam parado devido o semáforo e logo atrás deles parou também um veículo Uno Mille de placas NXF-3670. Depois do táxi, um ônibus que faz linha Socorrão II, não teria conseguido frear em tempo hábil e colidiu fortemente contra o táxi. Este por sua vez bateu no ônibus da frente e ficou preso entre os dois coletivos.

O táxi era conduzido por um homem identificado apenas por “Roxo” e levava ainda, Teresinha de Jesus Pereira Castro, de 72 anos, Ana Carina Alves Pereira, de 23 anos e o bebê Fernando Gabriel Alves, de apenas 20 dias de nascido.

De acordo com testemunhas, logo após o acidente, algumas pessoas foram até o veiculo e constataram que havia um recém-nascido e trataram de retirar a criança que foi levada imediatamente para o Hospital da Criança, próximo ao local do acidente.

Os demais ocupantes do táxi ficaram presos nas ferragens do veículo. As duas mulheres tiveram escoriações por todo o corpo e o motorista teve uma perna quebrada. Logo após a chegada do Corpo de Bombeiros os mesmos foram retirados do carro e encaminhados por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para o hospital Djalma Marques, o Socorrão I. O motorista do coletivo, que não foi identificado, pois fugiu do local sem prestar socorro às vitimas.



Prefeita de Godofredo Viana

A ação é de autoria do promotor de Justiça Gabriel Sodré Gonçalves.
Divulgação/MP
15/10/2012 15h57
GODOFREDO VIANA - Em Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa, ajuizada em setembro, o Ministério Público do Maranhão (MP), por meio da Promotoria de Justiça de Cândido Mendes, pede o afastamento da prefeita de Godofredo Viana, Maria da Conceição dos Santos de Matos.
A ação, de autoria do promotor de Justiça Gabriel Sodré Gonçalves, titular da Comarca de Cândido Mendes, da qual Godofredo Viana é termo judiciário, foi motivada devido ao descumprimento pela gestora de vários acordos firmados com o objetivo de regularizar o pagamento dos servidores públicos municipais.
Denúncias constantes feitas ao MP dão conta de que o atraso dos salários chegam a até quatro meses. De acordo com a Ação Civil, desde 2009 os servidores sofrem com o problema, o que motivou a assinatura de Termos de Ajustamento de Conduta entre o município de Godofredo Viana, MP Estadual, MP do Trabalho e Sindicato dos Professores, que foram descumpridos pela prefeita.
O último TAC foi celebrado em setembro de 2011. Nele o município se comprometeu a efetuar o pagamento de todos os servidores até o dia 10 subsequente ao mês trabalhado. Como, também, foi descumprido, o Ministério Público ingressou com outra Ação Civil de execução forçada, que, ainda, tramita na Justiça.
"É lamentável a situação de penúria dos servidores municipais que se encontram privados dos seus vencimentos e obrigados a usarem do crédito que possuem junto ao comércio local para custear, inclusive, a própria alimentação e a dos familiares", relata o promotor Gabriel Sodré Gonçalves. O problema é tão grave, acrescenta o membro do MP, que já afeta a economia local, dependente em grande parte dos vencimentos do funcionalismo municipal.
Sanções
De acordo com a Lei 8.249/92, se a prefeita for condenada ao final do processo, deverá sofrer as seguintes sanções: o ressarcimento integral do dano, mais atualização monetária, juros legais, custas processuais e honorários advocatícios; perda da função pública; suspensão dos direitos políticos pelo prazo de três a cinco; proibição de contratar ou receber qualquer benefício do poder público pelo prazo de três anos; e pagamento de multa de até 100 vezes a remuneração percebida pela gestora.

O velho oligarca está com medo de Dino
O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), diante da eminente derrota do candidato João Castelo (PSDB) no segundo turno, interferiu junto ao presidente nacional do PT, Rui Falcão, para impedir que  Dilma Rousseff gravasse para o programa eleitoral do candidato da coligação Muda São Luís. Como todo sabem, Edivaldo Holanda Júnior (PTC) é membro do conselho político da presidenta. A informação foi passada ao blog por fonte fidedigna.
Segundo a mesma fonte, Sarney chegou ameaçar romper com o governo se a presidenta aparecesse na telinha pedindo voto para Holanda Júnior, um dos expoentes do grupo considerado hoje uma séria ameaça à continuidade da oligarquia no comando do Estado.
O raciocínio é lógico: A vitória de Edivaldo Holanda Júnior (PTC) em São Luís fortalece o projeto do presidente da Embratur, Flávio Dino (PCdoB) para 2014, quando a oposição certamente irá unida às urnas para tentar impor mais uma derrota ao grupo que levou o Maranhão ao fundo do poço e a sua população à condição de indigência.
Sarney quer evitar o fortalecimento de Dino e entrou no jogo bruto a favor de João Castelo. Para ele o que vale é o custo benefício e Castelo, caso seja eleito, será muito mais benéfico para seu grupo. Os dois, no entanto, correm o risco de morrerem abraçados, após passarem anos se insultando publicamente.
O presidente do Senado já conseguiu impedir a presença na presidenta no palanque eletrônico de Edivaldo, na esperança do prefeito se recuperar da surra que está levando, segundo revela os institutos de pesquisas, mas a militância que apoiou o candidato da oligarquia, Washington Luís Oliveira, não dá a menor bola para as maldades do velho coronel e migra para o candidato da coligação Muda São Luis.  
O povo do Maranhão, principalmente a população de São Luís, porém, conhece perfeitamente as duas peças histórica da política local e, sendo esclarecido como é, certamente, entregará um pijama a Castelo no final do segundo turno. Sarney já deveria ter vestido o dele, mas não pode porque sabe que seu rebento mais velho tem contas a acertar com a Justiça. 
domingo, 14 de outubro de 2012

Se o segundo turno da eleição fosse hoje, o candidato Edivaldo Holanda Júnior seria eleito prefeito de São Luís com 54,6% dos votos válidos. O atual prefeito João Castelo, que tenta a reeleição, ficaria em segundo 34,3%, conforme pesquisa realizada pelo Instituto Escutec.

O Instituto Data M também encontrou uma larga diferença. A sondagem contratada pelo jornal o Imparcial e publicada no início desta noite de sábado (13) aponta Edivaldo tem 59,9%, contra 40,1% de Castelo, ou seja, praticamente os mesmos vinte pontos percentuais. 

A pesquisa Escutece foi contratada pelo jornal O Estado do Maranhão e identificou ainda 6,9 de eleitores indeciso e outros 4,3% que já decidiram anular o voto.  

Edivaldo, portanto, começa o segundo turno com uma vantagem de 20,3 pontos percentuais e a tendência, segundo especialistas em estatística, é aumentar a diferença em relação ao segundo colocado.  

O candidato da coligação Muda São Luís concluiu o primeiro turno com seis pontos de vantagem para o prefeito, mas em menos de uma semana de campanha conquistou mais 16 pontos percentuais.

O prefeito, no entanto, manteve praticamente o percentual do primeiro turno, se aplicada a margem de erro, o que indica a existência de teto,  fatal em qualquer disputa eleitoral. 
sexta-feira, 12 de outubro de 2012


O vereador reeleito Ivaldo Rodrigues (PDT), em conversa com o titular do blog na noite de quinta-feira (11), disse a razão que o levou a abandonar a barca castelista e aderir a candidatura do deputado federal Edivaldo Holanda Júnior (PTC) no segundo turno da sucessão.
“Abandonei a campanha do prefeito João Castelo porque fiz o melhor que pude para defender sua administração e ele me deixou na mão quando mais precisei. Como se não bastasse, a deputada Gardênia Castelo ainda forrou de dinheiro o vereador eleito Marquinhos e o colocou em minhas bases eleitorais, me subtraindo mais de mil votos”, justificou.
Ao ser informado sobre a perda dos dois aliados, Castelo disse ter sido tomado de surpresa pela decisão do vereador e do ex-secretário de Abastecimento do município, Júlio França.
“Isso é qualquer outra coisa, menos parte do jogo político. Para mim, está sendo uma surpresa muito grande, até porque ambos eram realmente da minha linha de frente. Agora, o bom é que, enquanto alguns saem, muitos chegam”, disse.
“Realmente ele empregou bem o tempo do verbo quando disse que fui de sua linha de frente, fui mesmo, por isso não merecia ser abandonado durante a campanha da forma que fui. Não me ajudou em nada e ainda patrocinou gente para tomar meus votos”, condenou Ivaldo Rodrigues.
quinta-feira, 11 de outubro de 2012



Reunidos na sede do partido, na tarde desta quarta (10), integrantes do PDT anunciaram uma nova aliança de apoio com o candidato Edivaldo Holanda. “O 12 agora é totalmente 36”, foi a mensagem anunciada na ocasião.
“Estou aqui para receber o apoio de vocês e continuaremos a campanha do segundo turno com a mesma humildade do primeiro. De casa em casa, de bairro em bairro”, anunciou Edivaldo Holanda na ocasião.
O ex-secretário de Agricultura e Pesca e o ex-vice-líder do atual governo municipal, Júlio França e Ivaldo Rodrigues, ambos do PDT, anunciaram que apoiarão a candidatura de Edivaldo no segundo turno.
“A campanha de Edivaldo uniu novamente o PDT, que, no primeiro turno, estava dividido. E hoje, diante da direção do meu partido, eu assumo que agora estamos juntos, para fortalecer o PDT”, afirmou Júlio França.
Ele também destacou que vê em Edivaldo a nova direção e administração de que São Luís precisa. “Reforço a candidatura do 36 por acreditar ser o melhor para São Luís, com novos caminhos de mudança para o Maranhão”.
Ivaldo Rodrigues, vereador eleito no último domingo (07), relembrou a importância de ver o PDT unido a partir de agora. “Nós esperamos muito pela unidade desse partido, e agora nós a temos. Nossa resposta para São Luís é: estamos juntos, com Edivaldo”. Após declarar apoio ao candidato da mudança, Ivaldo conclamou a militância do partido a apoiar Edivaldo e lutar pela unidade.
O candidato a vice-prefeito Roberto Rocha destacou que é preciso mostrar às pessoas a importância da política. “Nós precisamos mostrar pra São Luís que a política tem serventia no dia-a-dia da população e que para isso a cidade precisa de uma mudança”.
No fim do encontro com os pedetistas, Edivaldo afirmou: “Com a bênção de Deus, daqui a quatro anos vamos poder dizer que valeu a pena acreditar na mudança”. O candidato foi aplaudido e seguiu para mais uma grande caminhada, no Anjo da Guarda.
A grande caminhada
A onda do 36 agitou as ruas do Anjo da guarda na tarde desta quarta-feira (10). Edivaldo Holanda Júnior andou pelas ruas do bairro recebendo o carinho da população na grande caminhada e ouvindo os problemas da localidade.
A alegria das crianças e adultos que abraçaram o candidato mostrou mais uma vez que São Luís segue rumo à mudança com Edivaldo e Roberto Rocha. Edivaldo dialogou com a população e recebeu muitas palavras de apoio de quem enfrenta diariamente as dificuldades daquela região.
“O Edivaldo me passa confiança. Eu já vi o que Castelo fez. Ou melhor, o que ele não fez. Por isso, eu e minha família votamos Edivaldo”.
A dona de casa Margarida Pereira, 53, também participou da grande caminhada e já aderiu ao candidato da mudança. “Eu acho que Edivaldo vai trazer o maior benefício pra São Luís e espero a vitória dele no segundo turno.”
quarta-feira, 10 de outubro de 2012
Integrantes do grupo político que apoio o prefeito Indalécio realizaram uma grande manifestação na tarde e início de noite desta terça-feira (09/10).


Os manifestantes se concentração no Coqueiro Verde onde funcionou o Comitê da Coligação Defensores de Nunes Freire.

A passeata pacífica percorreu Avenida do Comércio e parou nas proximidades do Ministério Público e do Fórum da Comarca do município.

Gritando palavras de ordem, os manifestantes querem que aconteça uma revisão eleitoral, haja vista os indícios de falsificação descobertos pela polícia no mês de maio do corrente ano.

Ao anoitecer os manifestantes foram até a Parada (entrada da cidade) e bloquearam a BR-316 ateando fogos em pneus.

Por volta das 19h15min os pneus foram retirados e a pista liberada.




fonte blog jerivanio.com
terça-feira, 9 de outubro de 2012



Faltam apenas 4 dias para o grandia dia.
Godofredo Viana se prepara para receber a sensação  do marahão o Novo Rauland agora em 3D.
Este ano será o 4° ano, e nele será divulgado já a aparelhagem do pará que estará em godofredo viana na noite da pulseirinha ano que vêm... é imperdivél!

Mulheres até as 23 horas terão desconto no ingresso, mais tem um detalhe tem que mostrar a calcinha e tem que ser calcinha preta.
Mais um evento com a marca NW PRODUÇÕES.

Local: Sede do Preto
Cidade: Godofredo Viana
Horario : 21:00


Prefeito aumentou patrimônio em mais de R$ 2 milhões

O prefeito João Castelo poderá aproveitar o horário da propaganda eleitoral no segundo turno para esclarecer aos mais 600 mil eleitores a evolução do seu patrimônio após quatro anos comandando a Prefeitura de São Luís.
De acordo com as declarações feitas pelo prefeito à Justiça Eleitoral, houve uma evolução patrimonial considerável e difícil de justificar. Em 2008, Castelo tinha um patrimônio declarado de R$ 6.363.437,58. Já em 2012, cresceu para R$ 8.522.592,40.
A renda mensal do prefeito de São Luís é de R$ 25.000,00 - o 2º maior do Brasil e 2,5 vezes maior do que a do prefeito de Salvador -, o que não justifica tal elevação patrimonial.
 
Ele adquiriu apartamento na Ponta d' Areia, cabeças De gado, salas comerciais, automóvel Mercedes Benz e, inclusive, um avião, cujo valor não foi informado.
Se somarmos todos os salários recebidos por Castelo, nos últimos 42 meses, dará um valor de R$ 1.050.000,00. Com o desconto de 27,5 por cento de Imposto de Renda, ficariam disponíveis R$ 761.250,00. Ou seja, a renda parece incompatível com o enriquecimento do prefeito.
Vale observar ainda que o bacharel em Direito, João Castelo Filho, inaugurou recentemente uma luxuosa loja de roupas masculinas, a Richards, cujo investimento somente par ter a franquia é de R$ 500.000,00. Pelo que se sabe na cidade, Joãozinho não tem emprego fixo e vive de honorários advocatícios.
segunda-feira, 8 de outubro de 2012
Na manha desta segunda feira um jovem foi esfaquiado em um balneario em Aurizona,o jovem foi socorrido pelos banhistas que la estavam e levado a pressa para o posto médico da localidade.
Segundo infirmções o jovem teve atendimento rapido e eficiente e foi encaminhado para a cidade de Carutapera a 44 km de Godofredo viana.
JR MATOS · DEM · eleito 7,77% 430
FLAVIO · PTB · eleito 6,06% 335
CHICO VILA NOVA · PSB - eleito 5,42% 300
PROFESSOR JORGE · PTB · eleito 4,77% 264
AGENOR · DEM · eleito 4,65% 257
MESSIAS NASCIMENTO · PV · eleito 4,09% 226
MARCELO BARROS · PSL · eleito 4,03% 223
ERIVALDO · PV 3,98% 220
ZÉ BODE · PR 3,89% 215
MAGNO · PRB · eleito 3,54% 196
BURICA · PSC · eleito 3,42% 189
LINDAVAL SEVERO · PR 3,42% 189
JOÃO DE VÁVÁ · PPS 3,38% 187
MADEIRA · PT 3,15% 174
ZECA AZEVEDO · PRB 3,11% 172
KASSIA LOZEIRO · PTB 2,60% 144
SANTOS · PP 2,51% 139
MARCIO HEBERT · PSD 1,92% 106
GILBERTO · DEM 1,77% 98
NETO DA PONTA · PDT 1,68% 93
LERO · PSB 1,50% 83
JOENILSON · PRTB 1,43% 79
RUT · PRB 1,39% 77
LEIA DE RODOVALDO · PRB 1,27% 70
MARCELINA · PRTB 1,23% 68
ELIAS RIBEIRO · PRB 1,12% 62
BETÃO · PSB 1,03% 57
DIRLEI · PRTB 0,94% 52
CHICA PRETA · PRB 0,92% 51
MARINA · PRTB 0,90% 50
MANELÃO · PPS 0,83% 46
IRMÃ MARIA DE JESUS · PSC 0,81% 45
NETA · PRTB 0,78% 43
RAIMUNDINHA · PDT 0,67% 37
ZETINHA · DEM 0,63% 35
PROFESSOR LAUDENOR · PRB 0,56% 31
LUCIA · PT 0,45% 25
DALVA · PRB 0,42% 23
NATAL · PPS 0,34% 19
ROXO · PRB 0,34% 19
TONY BRASIL · PMDB 0,20% 11
DALVA BRAGA · PRB 0,14% 8
KONJAC · PRTB 0,11% 6
KELVE · PRB 0,09% 5
NAUZA · PMDB 0,02% 1
JARLENE CAMPELO · PPS 0,02% 1
MARGARETH · PTB 0,00% 0
MARIA DE NAZARÉ · PR 0,00% 0
































Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog