domingo, 30 de setembro de 2012

 





Santa Helena é uma cidade e um município do estado do Maranhão, Brasil. Localiza-se na microrregião da Baixada Maranhense, mesorregião do Norte Maranhense. A cidade de Santa Helena é banhada pelo Rio Turiaçú. Tem 32 223 habitantes (2003) e 2539 km². O município foi criado em 1935.
A principal equipe de futebol da cidade, segundo o site Entrei.net,é o Clube de Regatas Vasco da Gama, que foi inspirada no clube Carioca do mesmo nome.
Hoje Santa helena comemora 77 anos de Emancipação Politica, desde o inicio de sua fundação somente dois grupos politicos adiministraram nossa cidade a WEBA e a PAVÃO.
Santa Helena é uma cidade acolhedora de boa conduta, nos ultimos 8 anos a  cidade teve como nossa Admistradora Helena Pavão.
Nesta data é impóssivél falar de Santa Helena sem falar no principal homem de sua criação WALFREDO BRAGA WEBA,Prefeito por dois mandatos trouxe para Santa Helena a esperança de um futuro promissor
dando a nossa cidade o estatus de Pérola do Turí, vários prédios,monumentos históricos na formação de nossa cidade,escolas,hospital e maternidade,rodoviarias,infraestrutura e um prefeito acolhedor sempre disposto a ajudar o povo.
PARABÉNS SANTA HELENA.
Do Jornal Pequeno:

A candidata Élia do PTB que é apoiada pelo prefeito reeleito Antonio da Paraense é quem está liderando pesquisa eleitoral feita pelo Imap-Pesquisa de Opinião no município de Presidente Médici no Maranhão.

A pesquisa encomendada por Gracielia Holanda de Oliveira, foi registrada no TSE no dia 19 de setembro, sob o protocolo nº 00283/2012, e foram ouvidos 324 eleitores entre os dias 17 e 18 de setembro no município.

Com uma margem de erro máxima de três pontos para mais ou para menos e intervalo de confiança estimado em 95%, a pesquisa diz na sondagem estimulada que se a eleição fosse hoje, a candidata Élia vence com 60,8%, ficando em segundo lugar, Emilio Weba com 33,3%. Indecisos, 5,9%.

No quesito rejeição, Emílio Weba aparece com 58,6%, enquanto que Élia teve 31,5% das intenções votos.
sábado, 29 de setembro de 2012
As lideranças nacionais do PSDB viraram as costas para o prefeito João Castelo. Faltando apenas cinco dias para o primeiro turno das eleições 2012, o candidato ainda não conseguiu atrair para a sucessão na capital nenhuma das lideranças nacionais dos tucanos para reforçar sua campanha.
  
Vaidoso, se perguntarem ao prefeito qual o motivo da falta de interesse, certamente ele dirá que sua liderança é suficiente para suprir mensagens de apoio, mas nos bastidores da campanha, a ausência do presidenciável, senador e ex-governador de Minas Gerais, Aécio Neves, é interpretado como sinal de falta de prestígio do candidato.
No momento em que digito este texto, 11:40h, o ministro dos Esportes, Aldo Rebelo (PCdoB), está fazendo um ato público ao lado de Edivaldo Holanda e já reuniu com lideranças sindicais nesta manhã para pedir pelo candidato da coligação Muda São Luís. No inicio do mês, Holanda realizou um ato político com as presenças do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB) e do ex-ministro do Trabalho, Carlos Lupí (PDT).
A candidata Eliziane Gama, praticamente sem estrutura para desenvolver sua campanha em condições de igualdades com os concorrentes que estão encabeçando as pesquisas, desde quinta-feira (27) conta com a força da ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, uma das mulheres brasileiras com maior projeção internacional.  
Washington Oliveira (PT), o candidato da oligarquia do Sarney, embora não tenha trazido ao Estado Lula, Dilma e os ministros petistas, conforme havia prometido na pré-campanha, usa à exaustão a mensagem do ex-presidente no horário da propaganda eleitoral e nas inserções.
Até Haroldo Sabóia, penúltimo colocado em todas as sondagens feitas até agora, na falta de um nome de destaque no PSOL, trouxe a São Luís, o deputado federal pelo Rio de Janeiro, ex-Big Brother Jean, defensor das minorias, que recomendou voto no seu companheiro de partido.
E João Castelo? Porque foi abandonado pelos tucanos emplumados? Analista acreditam que seja porque ele, mesmo sendo do PSDB, insiste em passar para a população que tem a simpatia da presidente Dilma, ainda que todo mundo em São Luís saiba que Dilma é do PT e que seu candidato é Washington.
Pelo que se observa, por não contar com a simpatia dos líderes nacionais do partido, Castelo preferiu mantê-los longe do seu palanque eletrônico para facilitar o desembarque dos sarneisistas, ainda que envergonhados, em sua campanha no segundo turno. Alguém tem dúvida que a oligarquia vai apoiar o prefeito no segundo turno? 
sexta-feira, 28 de setembro de 2012


A candidata Rosângela Curado após 88 caminhadas pelos bairros de Imperatriz conseguiu deslanchar a campanha e entra nesta reta final em condições de vencer a eleição e se tornar a primeira mulher a administrar a segunda maior cidade do Maranhão.
“Eu comecei minha campanha fazendo pequenas reuniões organizadas pelos candidatos a vereador da nossa coligação, onde participavam cinco, seis pessoas. Mas havia a necessidade de ser conhecida, afinal eu era um nome novo. Então resolvi caminhar. O primeiro bairro foi o Parque Alvorada I. E aí não parei mais”, comentou Rosângela.  
A candidata diz que começou a campanha pela prefeitura com apenas 1% das intenções de voto, crescendo vertiginosamente ao longo da caminhada, ao ponto de incomodando os adversários. Durante as reuniões marcadas através de líderes comunitários e das caminhadas diárias Rosângela está tendo a oportunidade de conhecer a realidade das famílias e dos bairros de Imperatriz.
Após o corpo-a-copor diário com a comunidade, Rosângela conheceu a triste realidade de quem mora na periferia da cidade. Em 21 bairros não há água para as necessidades básicas de uma família, como na Vila Vitória. Em todos existem problemas comuns, faltam ruas, saneamento básico, coleta de lixo, postos de saúde, escolas, creches. Tantos problemas contados pelos próprios moradores. Na Vila Zenira, por exemplo, não existem escola, nem posto de saúde. Quando precisam os moradores vão até ao bairro mais próximo que é a Vila Cafeteira.

Militares serão deslocados a partir de quarta (3) e permanecerão até dois dias após o pleito.

Foto: Arquivo/Diego Chaves/O Estado.
SÃO LUÍS – Há duas semanas das eleições, foi autorizado, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o envio de tropas federais a 26 municípios do Maranhão durante as eleições municipais de 2012. O pedido foi feito por juízes eleitorais. Exército e Ministério da Justiça se coloraram à disposição do Estado para elaborar a logística que viabilizará a chegada do efetivo.
O envio das tropas ocorrerá cinco dias antes do dia do pleito. Receberão o reforço na segurança, os municípios de Barra do Corda, Benedito Leite, Bom Lugar, Santa Luzia do Tide, Santa Luzia do Paruá, Nova Olinda, Buriticupu, Bom Jesus das Selvas, Maracaçumé, Presidente Sarney, Barra do Corda, Fernando Falcão, Carolina, Chapadinha, Mata Roma, Godofredo Viana, Codó, Santa Inês, Bela Vista, Monção, Igarapé do Meio, São Vicente Férrer, Cajapió, Cajari, Grajaú, Formosa da Serra Negra e Itaipava do Grajaú. Ao todo, 27 cidades receberão o apoio, já que há autorização, também, para o envio de tropas ao município de São Mateus.
Foto: Arquivo/Diego Chaves/O Estado.
De acordo com o coronel Flávio Peregrino, comandante do 24º Batalhão de Caçadores (BC) do Exército, o trabalho de planejamento e reconhecimento nos municípios que receberão reforço das tropas federais começou no início do ano. O estudo se baseia na população do município, quantidade de eleitores e locais de votação. "Há uma ligação estreita com os juízes eleitorais, que conhecem, efetivamente, o seu município. Essa ligação é fundamental para a definição de locais com maior periculosidade, quantidade de tropa a ser empregada e conhecer o histórico do município em outras eleições. Então, levantamos toda essa situação", afirmou em entrevista ao Imirante na manhã desta sexta-feira (28).
O deslocamento das tropas ocorrerá a partir de quarta-feira (3). Pelo menos 500 homens do 24º BC serão transferidos. Tropas do Ceará, Piauí e do 50º Batalhão de Infantaria de Selva (BIS) de Imperatriz se somarão à tropa enviada da capital. Mais de oitenta carros e helicópteros da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do Ministério da Justiça, também, serão empregados nos trabalhos.
Até dois dias após o pleito, os homens do Exército permanecerão nos municípios para agir caso seja necessário. Cada município contará, ainda, com um efetivo militar reserva.

SÃO LUÍS - A prefeita da cidade de Godofredo Viana, no Maranhão, Conceição dos Santos de Matos, disse em entrevista à Rádio Mirante AM, na tarde de quinta-feira (27), que foi vítima de uma tentativa de atentado na tarde do dia (26). A prefeita relatou que dois homens fortemente armados a ameaçaram de morte e disseram que iriam matá-la juntamente com seu filho. Ainda de acordo com a prefeita, só não aconteceu o pior porque a polícia foi acionada e chegaram a tempo. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia do município.
A contratação de sua filha para atuar como médica no Programa Saúde da Família (PSF), do Ministério da Saúde, em Godofredo Viana (a 595 km de São Luís) levou o Ministério Público do Maranhão (MPMA) a ajuizar Ação por Ato de Improbidade Administrativa com Antecipação de Tutela contra a prefeita do município, Maria da Conceição dos Santos de Matos.
Na ação, ajuizada no dia 12 de setembro, o promotor de justiça da Comarca de Cândido Mendes, Gabriel Sodré Gonçalves, requer a exoneração da filha da prefeita, Luciana dos Santos de Matos, e que a gestora se abstenha de novas nomeações, contratações e designações que se enquadrem na situação de nepotismo.
CONTRADIÇÃO
A partir de denúncias, o MPMA constatou que a prefeita do município contratou sua filha para atuar na equipe do PSF no município. A contratação de parentes por administradores públicos é vetada pela Súmula Vinculante 13, de 21 de agosto de 2008, do Supremo Tribunal Federal (STF).
A contratação foi comprovada por dados do Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde (CNESNet) obtidos pelo MPMA. De acordo com o CNESNet, mantido pelo Ministério da Saúde, a filha da prefeita é contratada pela Prefeitura de Cândido Mendes desde maio de 2011.
Antes de ajuizar a ação, o promotor enviou ofício à prefeita Maria da Conceição dos Santos de Matos, exigindo a exoneração de sua filha. Em resposta ao MPMA, a administradora municipal afirmou que Luciana dos Santos de Matos não é servidora contratada do Município e que ela “tão somente, trabalha no Programa Estratégia de Saúde da Família”.
Surpreendentemente, a defesa da prefeita também sustentou a legalidade da presença de sua filha na equipe do programa no município, afirmando que a composição das equipes do programa pode ser feita por meio de contratação temporária, não havendo impedimento legal na contratação de um parente.
“Como a prefeita pode informar que sua filha não é servidora contratada do município e também sustentar a inexistência de impedimento legal para que a gestora realize contratações temporárias de parentes?”, questiona o promotor. “Não há argumento que defenda essa contradição”.
OFENSA AOS PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS
O representante do MPMA destaca que a contratação feita pela prefeita ofendeu claramente os princípios da impessoalidade, moralidade e boa-fé administrativa. Ainda segundo ele, a prefeita de Godofredo viana também “violou os deveres de honestidade, imparcialidade e lealdade às instituições ao praticar ato visando fim proibido ou diverso daquele previsto em nosso ordenamento jurídico”.
Na ação, o promotor de justiça também requer a condenação da prefeita Maria da Conceição dos Santos de Matos ao ressarcimento integral do dano, à perda da função pública, à suspensão dos direitos políticos pelo prazo de três a cinco anos, ao pagamento de multa de até 100 vezes a remuneração recebida e à proibição de contratar, receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios do Poder Público, por três anos, conforme prevê a Lei nº 8.429, de 2 de junho de 1992, conhecida como Lei da Improbidade.

Na página do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na internet, (www.tse.jus.br) o eleitor pode consultar seu local de votação e o número do título de eleitor. Basta acessar a aba “Eleitor” e escolher a opção “Título e local de votação”.
Para votar, só é necessário que o eleitor apresente um documento de identificação oficial com foto (carteira de identidade, passaporte ou outro documento oficial equivalente, inclusive carteira de categoria profissional e carteira de habilitação). Não é obrigatória apresentação do título de eleitor. No entanto, o número do documento é indispensável para o preenchimento do formulário de justificativa, caso o eleitor não possa votar e tenha que justificar a ausência.
A votação ocorrerá no dia 7 de outubro entre 8h e 17h, considerando o horário local de cada município. Em todo o Brasil, 5.568 cidades escolherão seus novos prefeitos e vereadores.
Do total de 140.646.446 eleitores brasileiros, 138.544.348 participarão das eleições municipais deste ano, excluindo o Distrito Federal, Fernando de Noronha e os eleitores cadastrados no exterior.
quinta-feira, 27 de setembro de 2012

A sucessão municipal está atraindo para São Luís medalhões da política nacional, com a missão de oxigenar as candidaturas dos seus aliados. Washington Oliveira ainda não conseguiu trazer para atividade política nenhum nome de destaque do PT, mas usa depoimentos de Lula, Dilma e ministros para tentar convencer o eleitorado que é a melhor opção para administrar a cidade.
A estratégia da imagem com apelo ao eleitorado ludovicense não tem surtido o efeito esperado, mas pelo menos conseguiu ajudar o candidato a subir de 5% para 12% nas últimas pesquisas, tomando a terceira posição do ex-prefeito Tadeu Palácio (PP).
O candidato da coligação Muda São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, mostrou que possui prestígio político ao reunir numa casa de eventos, no Cohafuma, o governador de Pernambuco, Eduardo Campo (PSB) e o ex-ministro do Trabalho, Carlos Lupi, que vieram lhe hipotecar apoio.
Nesta reta final, quem chega para reforçar a campanha da deputada Eliziane Gama é a ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, que participa com ela de uma caminhada e um comício na Praça Deodoro no final desta tarde de quinta-feira (27).
No sábado será a vez do candidato Edivaldo Holanda Júnior dá nova demonstração de força junto ao governo federal. A coligação Muda São Luís vai realizar uma manhã esportiva com a presença do ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, maior liderança do PCdoB. Após a atividade, haverá um ato público no comitê central, no retorno do São Francisco.  
terça-feira, 25 de setembro de 2012

Com base em informações coletadas em eleições anteriores, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) calcula que o eleitor levará 40 segundos, em média, para votar nas eleições do próximo dia 7 de outubro. Esse tempo é calculado a partir do momento em que o eleitor se dirige à urna até o instante em que confirma o voto no segundo cargo (prefeito).
Nas eleições municipais de 2008, cada eleitor levou 31 segundos, em média, para votar em candidatos a prefeito e a vereador, em 5.563 municípios.
O tempo médio de atendimento ao eleitor foi de 39 segundos em 2008. Esse tempo é contado a partir da digitação do número do título do eleitor por parte do mesário até a confirmação do voto no segundo cargo.
Cola
Para dar maior facilidade ao eleitor no dia da votação, a Justiça Eleitoral incentiva os eleitores a levarem os números de seus candidatos anotados em um papel, a chamada cola eleitoral.
Já está disponível no Portal do TSE a “Colinha”, que o eleitor pode imprimir, preencher os dados de seus candidatos a prefeito e vereador e levar no dia da eleição, para não se esquecer dos números na hora de votar na urna eletrônica.
O eleitor pode obter a “Colinha” clicando no selo Voto Limpo, no alto da página do Portal do TSE, e depois no link “Não se esqueça da cola. É mais fácil de lembrar”.
segunda-feira, 24 de setembro de 2012


TRE terá que solicitar reforço de tropas federais
Durante reunião realizada nesta segunda-feira (24), envolvendo juízes do Tribunal Regional Eleitoral e representantes do Exército, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, aconteceu uma triste constatação: Os comandantes da PM informaram que a corporação não dispõe de efetivo para fazer a segurança do pleito de sete de outubro nos 217 municípios.
Os representantes da PM comunicaram ao TRE que atualmente a tropa é composta por cerca de 7 mil homens quando o necessário seria, no mínimo, o dobro. Disseram ainda que o ideal é um policial por cada 300 habitantes e que hoje a proporção é um por cada 800.
Para suprir a carência da tropa estadual, o Tribunal terá que requisitar força federal sob pena, segundo os próprios deputados governistas, da segurança do pleito ficar comprometida, visto que a PM diz não  ter condições de deslocar para o interior o contigente necessário. 
A situação que já era preocupante, conforme vem alertando deputados de várias colorações partidárias, agora piorou com a reta final das campanhas, onde o clima de violência vem imperando em praticamente todos os municípios disputados por facções.
O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Arnaldo Melo, ao comentar o clima de intranquilidade existem no interior do Estado, por conta da sucessão municipal, disse que já participou de inúmeros pleitos, mas que nunca havia visto um clima tão hostil como nessas eleições 2012.
Segundo Arnaldo Melo, se não houve uma ação coordenada dos três poderes, o Maranhão contabilizará um saldo negativo ao final do pleito. “Nunca tinha visto pessoas tão agressivas como agora e que se recusam a cumprir o que determina a lei”, alertou o presidente.


O sistema de bilhetagem eletrônica da Prefeitura de São Luís está fora do ar desde as primeiras horas desta manhã de segunda-feira (24), prejudicando milhares de estudantes que não poderão recarregar suas carteiras estudantis, ficando assim sem poder usufruir o direito à meia passagem.

Segundo apurou o blog, a suspensão dos serviços foi feita pela empresa Dataprom, responsável pelo gerenciamento do sistema. A empresa alega que está 9 meses sem receber pagamentos de seus serviços.

Não é a primeira vez que o serviço é suspenso. No início deste ano o sistema passou 11 dias fora do ar, só tendo retornado após manifestação da classe estudantil e intervenção da Promotoria do Consumidor.

Até parece que o prefeito João Castelo não gosta de estudante pagar meia passagem, pois o problema ocorre justamente no mês em que a classe estudantil comemora os 33 anos da Greve da Meia Passagem. Na época, governador biônico João Castelo mandou a Polícia Militar reprimir violentamente a pacífica manifestação dos estudantes.
sexta-feira, 21 de setembro de 2012

O cantor Paulynho Paixão se envolveu em mais uma polêmica durante participação do programa Cidade Viva, da TV Cidade Verde.

Paulynho Paixão sempre se destacando em notas  lamentáveis(Imagem:cidade verde)Paulynho Paixão sempre se destacando em notas lamentáveis



Paulynho Paixão era entrevistado pela jornalista Yala Sena, editora-chefe do portal cidadeverde.com, quando se irritou com a pergunta sobre o recomeço de sua carreira, após o episódio em que foi preso acusado de agredir sua namorada de 16 anos.

Ele não gostou da pergunta e desabafou: “Não sou santo e não sou o único homem que discute relação com sua namorada”, reclamou o cantor.
Não satisfeito, Paulynho Paixão disse que não iria mais dar entrevista e avançou contra a jornalista, pegando seu bloco e o rasgou saindo em seguida do local.

Os mais de 250 mil eleitores brasileiros residentes no exterior e cadastrados para votar nos países onde se encontram não votam nas eleições municipais do próximo dia 7 de outubro. Esses eleitores só vão às urnas para escolher o presidente da República e o vice.

Já os residentes no exterior que não se cadastraram para votar no país onde se encontram e os que estiverem fora do Brasil no dia do pleito municipal devem justificar a ausência às eleições no prazo de 30 dias após o retorno ao país.

Esses eleitores também podem encaminhar a justificativa pelos Correios. Para tanto, é necessário preencher o Requerimento de Justificativa Eleitoral e encaminhá-lo, juntamente com cópia do documento válido de identificação brasileiro e com a prova do motivo alegado, para o respectivo cartório do município onde vota. Confira o endereço dos cartórios por meio dos sites dos Tribunais Regionais Eleitorais.

A justificativa pela ausência às urnas deve ser realizada para cada turno da eleição e a documentação deve ser postada nos Correios no prazo de 60 dias contados de cada turno da eleição. O eleitor deverá guardar o comprovante de registro da expedição da correspondência.



Devido à prática de perseguição política a servidores públicos municipais, a Promotoria de Justiça da Comarca de Buriticupu ajuizou, em 20 de setembro, Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa, pedindo o afastamento do prefeito Antonio Marcos de Oliveira, o “Primo”, e do vereador e candidato a prefeito José Mansueto de Oliveira. Propôs a manifestação o promotor de justiça Gustavo Oliveira Bueno.

O Ministério Público do Maranhão (MPMA) tomou conhecimento - após denúncias de servidores da Prefeitura de Buriticupu - que o prefeito teria contratado centenas de professores, entre outros agentes públicos, em troca de voto ao candidato José Mansueto de Oliveira, da coligação “Para Continuar Avançando Muito Mais”, apoiado por Antonio Marcos de Oliveira.

Os contratados que não declararam apoio foram demitidos sem justificativa, enquanto os concursados foram removidos. Outros funcionários tiveram os salários retidos.“Os servidores municipais, principalmente os contratados, estão em situação de absoluta humilhação e submissão, sendo obrigados a fazer campanha política para o candidato do prefeito, em troca de emprego e salário”, afirmou Gustavo Bueno.

Igualmente foi constatado que as contratações foram realizadas sem concurso público e sem autorização da Câmara Municipal, portanto, não obedecem às exigências da lei. “Contratando irregularmente, o prefeito também está lesando os cofres públicos, o que configura ato de improbidade administrativa”, declarou o promotor.

Foi apurado também que Antonio Marcos de Oliveira, “com claro e evidente propósito político”, publicou o Decreto nº 012/2012 para vigorar somente durante o período eleitoral e nas secretarias, diminuindo a jornada de trabalho dos servidores públicos municipais.

A conduta do prefeito, segundo o promotor de Justiça, também fere a legislação eleitoral e pode gerar a cassação do registro do candidato  José Mansueto de Oliveira.

“O que vimos são violações à ordem jurídica, à Lei eleitoral e ao regime democrático”, concluiu Gustavo Bueno.

OUTROS PEDIDOS

Como medida liminar, além do afastamento do prefeito e do vereador e candidato, o MPMA requer as folhas de pagamento dos meses de junho, julho, agosto, setembro e outubro, com o objetivo de obter a informação exata de quantos e quais servidores foram exonerados e estão com os salários atrasados. O pedido também tem a finalidade de saber qual o montante necessário para o pagamento de todos.

Se condenados, os gestores podem perder a função pública, ter os direitos políticos suspensos pelo período de cinco anos e pagar multa de até 100 vezes   o valor da remuneração recebida por eles. Outras penalidades previstas são a proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios fiscais ou creditícios pelo prazo de três anos.

O município de Buriticupu fica localizado a 404km de São Luís.

O deputado Domingos Dutra (PT), ao comentar a Operação Allien, da Polícia Federal, ocorrida na manhã de ontem (20) , que resultou na prisão da prefeita de Paço Lumiar, Bia Venâncio, do seu filho, o vereador Thiago Aroso, e mais 17 investigados, dentre eles três secretários municipais, sugere que a chefe do Executivo entregue seus cúmplices.
Eles são acusados pelos federais de fraudes em licitações que podem ter resultado no desvio de R$ 15 milhões do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e do Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar (PNATE).
Além do monitoramento, Bia e Thiago ficarão recolhidos em suas casas no período noturno, nos fins de semana e nas folgas. Não podem manter contato com nenhum dos demais 17 investigados - que também serão monitorados eletronicamente - e nem podem ter acesso à sede da Prefeitura.
A operação é resultado de uma investigação do Ministério Público Federal e da Controladoria Geral da União (CGU) e foi realizada nos municípios de Paço do Lumiar, São José de Ribamar, Igarapé Grande e São Luís.
No caso de Paço do Lumiar, os envolvidos responderão pelos crimes de desvio de recurso públicos (art. 1º do DL 201/67), uso de documento falso e formação de quadrilha (art. 288 e 304 do Código Penal), fraude em licitações (art. 90 da lei 8666/93) e lavagem de dinheiro (art. 1º da lei 9613/98). Somadas, as penas podem chegar a 35 anos de reclusão.
O deputado Domingos Dutra quer que a Polícia Federal apure todos os desmandos administrativos praticados naquele município.
"Finalmente a senhora Bia e seu filho Thiago Aroso estão presos. O estado moral e financeiro que ela fez no município de Paço do Lumiar é muito grande. É preciso que prendam mais gente, incluindo todos os ex-secretários da prefeita, inclusive os que estão apoiando o candidato Josemar”, disse o deputado.

O parlamentar acentuou que espera que o Judiciário “mantenha a Bia afastada da Prefeitura, sob pena do seu retorno significar a continuidade dos crimes contra a população”, alertou.

Domingos Dutra quer, também, que a prefeita fale sobre os desvios praticados em sua gestão. “Espero que a senhora Bia fale sobre os recursos federais de programas e convênios que recebeu e foram desviados pela prefeitura de Paço, na sua gestão, e também indique os seus cúmplices”.

O deputado acrescentou que “se elafizer isso, dos candidatos que disputam as eleições em Paço do Lumiar, somente Nubia não está lambuzada neste mar de lama”.
A governadora Roseana Sarney passou por maus momentos nesta quinta-feira (20) ao tentar fazer comícios para seus candidatos nos municípios de Matões e Parnarama.
Em Matões, município onde a administração do Estado nunca chegou, Roseana foi fazer gracinha e se deu mal. 
Ao afirmar no palanque que a cidade estava triste, o publico respondeu na bucha que era por causa da presença dela. Em seguida tomou um estrondosa vaia.
 
Em Parnarama a governadora enfrentou problema ainda pior. O comício sequer aconteceu porque Roseana foi recebdida com chupa de laranja, ovo pobre e teve que ser retirada às pressas do município de helicóptero.
A fúria dos moradores das duas cidades contra a governadora faz sentido. Nos quatro mandatos, Rosena construiu apenas um Farol da Educação em Parnarama. 
quinta-feira, 20 de setembro de 2012

A Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP) faz saber aos interessados que realizará concurso público para provimento de cargos vagos e formação de cadastro reserva em várias funções da autarquia, com oportunidades de nível médio e superior. São 75 vagas no total, sendo 36 de preenchimento imediato e 39 para cadastro reserva, com salários de até R$ 5.598,00.

Organização do concurso está a cargo da Fundação Sousândrade (FSADU), e edital destina 5% das vagas para portadores de deficiência.
Vagas abertas

Para candidatos de nível médio e/ou técnico há vagas de Guarda Portuário(10), Técnico Administrativo Portuário(28), Técnico em Enfermagem do Trabalho(3), Técnico em Meio Ambiente(10) e Técnico em Segurança do Trabalho(14).

Com exigência de nível superior há vagas de Analista Portuário, nas especialidades de Biblioteconomia(3), Administração de Empresas(3) e Engenharia Civil(4).
Inscrições

As inscrições estarão abertas entre os dias 24 de setembro às 23h59 do dia 07 de outubro de 2012, através dos sites www.fsadu.org.br/concursos e www.sousandrade.org.br/concursos. A taxa de inscrição custará R$ 55,00 para cargos de nível médio e R$ 70,00 para funções de ensino superior.

O certame constará de prova objetiva, prova discursiva e prova de aptidão física exclusivamente para cargo de Guarda Portuário. A prova objetiva está prevista para ocorrer em 4 de novembro, em local e horário a serem divulgados a partir do dia 29 de outubro de 2012.

O gabarito preliminar será divulgado no dia 5 de novembro de 2012, pelos sites www.fsadu.org.br/concursos e www.sousandrade.org.br/concursos.

O prazo de validade do concurso será de seis meses, podendo ser prorrogado uma vez, por igual período, a critério da Empresa Maranhense de Administração Portuária-EMAP.


Nesta semana, o programa Água para Todos tem como meta instalar mais 51 cisternas no Maranhão, beneficiando famílias dos município de Codó e Cantanhede. Ao todo, no estado, já foram instalados 757 reservatórios.

As atividades em Codó incluem, ainda, reuniões para cadastramento de famílias a serem beneficiadas e marcações de locais para futuras instalações de cisternas. Nos municípios Anajatuba, Peritoró e Arari, também haverá cadastramento de beneficiários. Já em Cantanhede, além de novas instalações, haverá também fiscalização dos reservatórios instalados anteriormente pelo programa. Os municípios de Miranda, Alto Alegre e Pirapemas, por sua vez, terão, respectivamente, formação de comitê gestor municipal, marcação de áreas para instalação de cisternas e validação de famílias já cadastradas.

Minas Gerais – O programa Água para Todos também segue com atividades em Minas Gerais, cuja programação semanal será voltada para capacitação e cadastramento de famílias que receberão as cisternas. No município Matias Cardoso, 100 famílias serão capacitadas no curso Gestão de Água, em que recebem instruções sobre funcionamento e manutenção das cisternas, bem como uso racional da água. Em Itacarambi e Montalvânia, 650 famílias serão cadastradas para receberem novos reservatórios do programa.
Avanços do programa - O Água para Todos é coordenado pelo Ministério da Integração Nacional e integra o Plano Brasil Sem Miséria, lançado pela presidenta Dilma Rousseff em Arapiraca (AL), em julho de 2011, para erradicar a pobreza extrema. Em sua área de atuação, a Codevasf já instalou 21.560 cisternas em 36 municípios, em áreas rurais prioritariamente situadas no semiárido nordestino brasileiro.

Com a aceleração, no último mês de agosto, do ritmo de validação das famílias, a ampliação das equipes de campo e o aumento de frentes de trabalho das empresas instaladoras das cisternas, a Codevasf assegura o cumprimento da meta de beneficiar 60 mil famílias até dezembro deste ano, para que estas possam ter mais tranquilidade durante a seca. Com isso, a empresa estará dando a partida, ainda este ano, para validar mais 120 mil famílias, traduzindo investimentos totais de R$ 900 milhões.

Antes da instalação da cisterna, a Codevasf segue uma estratégia para garantir a correta distribuição dos reservatórios. Para isso, o programa organiza Comitês Gestores Municipais formado por representantes da sociedade civil organizada, sindicatos de representação rural, associações rurais, igrejas, pastorais e do poder público municipal, além de Comissões Comunitárias. O comitê auxilia na mobilização local das comunidades visando ao cadastramento e à validação das famílias a serem beneficiadas.

A indicação das localidades cabe ao comitê, bem como a relação dos beneficiários, obedecendo aos critérios do programa – famílias de áreas rurais, prioritariamente do semiárido, em situação de pobreza e extrema pobreza associada à carência de acesso à água com renda per capita de até R$ 140,00, desde que inscritas no CadÚnico, e também aos aposentados que, mesmo possuindo renda per capita familiar acima de R$140,00, vivam exclusivamente de sua renda previdenciária.

Mais informações: www.codevasf.gov.br
Contato: Assessoria de Comunicação e Promoção Institucional
Fone: (61) 2028 - 4663/4627/4769
E-mail: imprensa@codevasf.gov.br
Com informações da Polícia Civil de Nunes Freire:

Operação policial envolvendo a Superintendência de Polícia Civil do Interior, a Delegacia de Governador Nunes Freire, Delegacia de Maracaçumé e Delegacia Regional de Pinheiro, sob o comando dos DELEGADOS Veloso, Ricardo Pinto Aragão e Murilo Tavares, prenderam três acusados de terem participado da CHACINA no último dia 30/08/2012, no município de Governador Nunes Freire.

Na ocasião foi morto MANOEL DE JESUS CAMPOS PINHEIRO, este havia matado a golpe de faca a menor A.S.O, de apenas dois anos de idade.

Os acusados da chacina são: Cosmo Damião Nunes Cardoso, vulgo “Cosminho”, Valmir Ferreira, Raimundo Rodrigues da Silva Filho, vulgo “Filó”, Francisco das Chagas Costa, vulgo “Chicão” e Fábio de Sousa Araújo. O CHICÃO e o FÁBIO teriam conseguido fugir ao cerco policial.

O CHICÃO teria executado o Manoel de Jesus com um disparo de arma de fogo, o COSMINHO aplicou um golpe de faca no peito da vítima e o FÁBIO teria encerrado a chacina com golpes de pau. Por questão de segurança, Todos foram encaminhados para cidade de São Luís/MA, onde ficará a disposição da Justiça da cidade de Gov. Nunes Freire, onde responderão por homicídio triplamente qualifica.
terça-feira, 18 de setembro de 2012


Considerados fichas sujas, Alan e Calvert tentam junto ao TSE manter os registros de suas candidaturas
Dois candidatos a prefeito de Bacabeira, considerados ficha suja, brigam na justiça pelo direito de disputar as eleições 2012, mas correm sérios riscos de terem que ser substituídos nesta reta final da sucessão. 

O ex-prefeito Reinaldo Calvert (PSC) teve seu pedido de registro impugnado por Alan Jorge (PTB), apoiado pelo atual prefeito Venâncinho, que também teve o registro impugnado junto ao TSE, após ser aprovado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão.
Os dois postulantes sabem que estão inelegíveis, que vão perder no TSE, mas apostam na morosidade do tribunal para manter seus nomes até que não seja mais possível mudar a fotografia na urna eletrônica. A intenção é trocar o nome em cima da hora para confundir o eleitor na hora da votação.
Fernanda Gonçalo
Enquanto os dois fichas suja ainda não sabem se vão poder disputar a sucessão no dia sete de outubro, Fernanda Gonçalo (PMN), a única candidata ficha limpa de Bacabeira, vem avançando na preferência do eleitorado e pode vencer a eleição.
Bacabeira está sendo preparada para receber a Refinaria Premimum e não deve ser administrada por fichas sujas, homens que malversaram dinheiro público em benefício próprio. Este sentimento vem tomando conta do município e dando a Fernanda Gonçalo fôlego para chegar no dia da eleição em condições de ganhar.  



A deputada Priscylla Sá (PT do B) solicitou ao secretário de Segurança do Estado, Aluísio Mendes, reforço policial para garantir as eleições para o município de Governador Luís Rocha. Segundo a deputada, a solicitação foi feita a partir de um pedido do atual prefeito do município, Raimundo Teles (PSD), que também é candidato à reeleição.
“O prefeito Raimundo Teles nos procurou bastante apreensivo com a insegurança do município nesse período eleitoral, ele mesmo vem sendo alvo de ameaças”, disse Priscylla Sá.
O prefeito Raimundo Teles foi representado na reunião pelo coordenador da sua campanha, Zezão, que confirmou o clima de insegurança em Governador Luís Rocha. “O reforço policial vai ser muito importante para que possamos ter tranquilidade, pois com a proximidade das eleições, a situação está ficando complicada”, destacou o líder político.
O secretário Aluisio Mendes garantiu o reforço policial em todas as cidades da região de Governador Luis Rocha cinco dias antes das eleições, assim como providências para investigar as ameaças contra o prefeito Raimundo Teles.
“Defendemos um processo eleitoral seguro e pautado na liberdade de opiniões, e temos certeza que o secretário Aluisio Mendes entendeu a nossa preocupação e irá disponibilizar o aparato da Secretaria de Segurança Pública para garantir tanto à população de Governador Luís Rocha, como de outros municípios, esse direito”, ressaltou Priscylla Sá.
segunda-feira, 17 de setembro de 2012
Faltando três semanas para as eleições municipais e consequentemente para a definição do prefeito da capital maranhense, ou o mais provável, a confirmação de quem serão os dois candidatos que irão se enfrentar no 2º turno, a expectativa agora gira em torno de mais uma pesquisa.
Esta antepenúltima semana inicia com a expectativa para mais uma pesquisa, desta vez a pesquisa IBOPE. O instituto que já realizou uma pesquisa sobre a disputa da prefeitura municipal, irá divulgar na quinta-feira (20), a segunda das três pesquisas que realizará até o dia 07 de outubro.
O IBOPE contratado pela TV Mirante começará a pesquisa no início da semana. A expectativa grande foi gerada pela proximidade do pleito e principalmente pelas últimas movimentações no cenário político da capital maranhense.
Os três primeiros colocados aguardam com muita ansiedade a divulgação. A coordenação de campanha de João Castelo não admite a possibilidade do tucano ter pedido a primeira colocação para o candidato Edivaldo Holanda Junior (PTC), como foi divulgado no último fim de semana por outro instituto de pesquisa.
Já a coordenação de campanha de Edivaldo Junior, visivelmente o que mais cresce na disputa, espera a confirmação da primeira colocação, e o consequente passaporte para o 2º turno. Por outro lado, a coordenação de campanha do candidato do PT, Washington Oliveira, diz ter através dos “trackings” , números bem mais favoráveis ao petista do que os divulgados no fim de semana.
A expectativa é que uma nova crescida de Washington Oliveira nas pesquisas, definitivamente o credencie a brigar por uma vaga no 2º turno das eleições 2012. O IBOPE, em sendo favorável a Washington Oliveira, pode inclusive confirmar uma vinda a São Luís do ex-presidente Lula e da atual presidenta Dilma Rousseff, ambos do PT.
Tudo girando em torno dos números do IBOPE.

Tucano, que vem usando mensalão para atacar rival do PT em SP, diz ser 'oportuno' que ex-presidente se manifeste

Folha de São Paulo
O candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, José Serra, disse ontem que os relatos de que o ex-presidente Lula era o chefe do mensalão devem ser investigados pelo Ministério Público e a Justiça.
Sem citar Lula, Serra afirmou que as declarações atribuídas ao empresário Marcus Valério na revista "Veja" mostram "a gravidade daquilo que aconteceu no Brasil" e a "necessidade" de que as apurações sobre o caso sejam "aprofundadas, até por uma satisfação ao povo".
"Agora elementos novos que devem, sim, ser investigados. Tudo o que é levantado na entrevista deve ser investigado", disse o tucano. Ele disse ainda que seria "oportuno" que o ex-presidente se manifeste.
A oposição ao PT no Congresso engrossou o coro por um posicionamento de Lula. "O que eram suspeitas colocam-se agora como objeto real. O Brasil espera explicações", José Agripino Maia, presidente do DEM.
Em público, petistas evitaram repercutir as declarações atribuídas a Valério. Numa menção velada, o presidente do PT, Rui Falcão, disse que "começaram as baixarias, mentiras e acusações falsas", em evento de campanha, com Lula, em São Paulo.
Nos bastidores, no entanto, a reação foi ruidosa. Integrantes do partido disseram haver risco de impacto na campanha de Haddad, já que José Serra tem explorado o mensalão para atacar o petista no horário eleitoral.
O tucano e o petista aparecem empatados tecnicamente nas últimas pesquisas de intenção de votos, o que acirrou a troca de farpas.
As acusações trazidas pela revista devem ser incorporadas à propaganda tucana.
Ontem mesmo o site de campanha de Serra já veiculava relatos e fotografias sobre a reportagem da 'Veja'.
O PSDB acredita que o impacto do julgamento do mensalão sobre a população será maior nas próximas semanas, quando o destino de políticos da cúpula do PT, como José Dirceu e Delúbio Soares, entrará na pauta do STF.
No comitê de Haddad, a estratégia é desqualificar a reportagem. Coordenador da campanha, o deputado Simão Pedro (PT) disse que "uma pessoa [Valério] que, depois de condenada, muda a versão dos fatos não merece credibilidade".

Lula silencia sobre denuncia de Marcus Valério
A revista Veja desta semana traz reportagem em que o publicitário Marcus Valério, principal operador do Mensalão, maior esquema de compra de apoio ao governo já visto no Congresso Nacional, acusa o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva de ser o chefe do esquema.

Por mais inocente que eu possa ser, era muito difícil acreditar que o então presidente que ressuscitou os velhos coronéis José Sarney, Antonio Carlos Magalhães e Jader Barbalho estivesse alheio ao que acontecia nos porões do governo.

Mas o que era apenas suspeita, agora é confirmado pelo publicitário dono da SPMB, braço financeiro do esquema: Lula era o chefe do mensalão e sabia de tudo que se passava. Não foi incluído na investigação do Ministério Público por conta do silêncio de Valério, José Dirceu e Delúbio Soares.       

Pois é este Lula, santo dos pés de barro, padroeiro dos corruptos, que resolveu sair pelo país pedindo votos para seus companheiros de sinecura. Aqui em São Luís, invade o horário eleitoral para pedir pelo candidato Washington, o mais novo filhote do Sarney.

Ao se tornado íntimo da oligarquia, Lula deve ter sido aconselhado por Roseana que doença dar votos no Maranhão e prá cá mandou gravação em que aparece enfermo clamando por Washington.

Agora a mascara caiu. Ao invés de tentar enganar os incautos do Bolsa Família, Lula deveria é dá explicações ao país sobre as revelações de Valério mostrando seu envolvimento no esquema de corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

O povo brasileiro merece uma explicação convincente, mas ele prefere o silêncio. Porque? 
sexta-feira, 14 de setembro de 2012


O presidente da Embratur, Flávio Dino (PCdoB), inicia nesta sexta-feira (14) o período de férias regulamentares e vai aproveitar e vai aproveitar os 30 dias longe da estatal para participar mais ativamente da campanha do candidato da coligação "Muda São Luís, Edivaldo Holanda Júnior".   
Segundo informaram assessores do PCdoB, Dino desembarca em São Luís amanhã (15) e ficará até o resultado final do primeiro turno das eleições 2012. “Ele está vindo para reta final da campanha e vai se engajar nas atividades da coligação”, disse um graduado representante do partido.
O líder da oposição maranhense à oligarquia do senador José Sarney e ao governo municipal do candidato João Castelo é o principal apoiador da eleição de Edivaldo e vem para ajudá-lo a garantir a passagem para o segundo turno.
Consolidado na segunda colocação da corrida pela prefeitura de São Luís, Edivaldo Holanda vem sendo vítima de ataques furiosos do candidato Washington Oliveira, mas mantém a sobriedade e vai começar veicular inserções no horário da propaganda eleitoral mostrando ao eleitorado que tudo não passa de calúnia de quem sabe que vai perder e não se conforma.   
quinta-feira, 13 de setembro de 2012


Marta Suplicy faz carícia no último coronel nordestino
A paixão repentina do ex-comunista e vice-governador Washington Oliveira pela oligarquia do Sarney faz sentido. Fiel escudeiro do grupo majoritário comandado por José Dirceu, W.O simplesmente faz o que a direção nacional do partido manda e, pela foto, percebe-se a perfeita sintonia da cúpula petista com o lixo da política nacional.   
Após a ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvati, tascar um beijo na boca do Sarney, ontem foi a vez da ministra da Cultura Marta Suplicy acariciar o velho oligarca, considerado hoje o que existe de pior na política brasileira. Por isso, não se assuste se qualquer dia desses o Washington aparecer agarrado no pescoço do Sarney jurando amor eterno ao coronel de Cururpu.  

Depois que a adupla da maldade, Ricardo Murad e Sérgio Macedo, assumiu o comanda da campanha do " Washington picolé de xuxu", segundo definiu o deputado Othelino Neto, tudo é possível. Se estão querendo associar crimes de agiotagem no Maranhão a Edivaldo Holanda Júnior, imagine o que não serão capaz de inventar nesta reta final da campanha. Tudo fruto do desepero de quem sabe que não tem a menor chance de virá o jogo. 
quarta-feira, 12 de setembro de 2012
O e-x-prefeito Tadeu Palácio (PP) anunciou nesta manhã de quarta-feira (12) que são desprovidas de fundamento a suposta renúncia de sua candidatura.
Segundo o coordenador da campanha, ex-vereador Cordeiro Filho, Tradeu classifica de terrorismo a suposta renúncia.
O ex-prefeito iniciou a pré-campanha em primeiro lugar nas pesquisa, mas começou a ser ultapassado pelo prefeito João Castelo tão logo os partidos realizaram suas convenções e confirmaram as candidaturas majoritárias.
Com  o início da campanha, caiu para terceiro lugar ao ser ultrapassado pelo candidato Edivaldo Holanda Júnior e na última pesquisa apresentada pelo Instituto Escutec, caiu para quarto lugar, ficando atrás do candidato Washington (PT).
A partir dai iniciaram as especulações sobre o futuro da candidatura. Começou circular nos bastidores que ele iria renunciar. Mas hoje, após prolongada reunião que começou na noite de terça-feira e entrou nesta  madrugada, Cordeiro Filho anunciou que a candidatura está mantida. 
Pessoas próximas ao prefeito informam, no entanto, que a situação financeira da campanha é crítica e que a empresa responsável pelo marketing estaria prestes a parar a produção dos programas para o horário eleitoral.  

Os deputados Rubéns Pereira Júnior (PCdoB) e Othelino Neto (PPS) usaram a tribuna da Assembleia Legislativa nesta manhã de quarta-feira (12) para condenar a baixaria do candidato Washington Oliveira (PT) contra Edivaldo Holanda Júnior (PTC), no horário da propaganda eleitoral.  

Rubéns Júnior lamentou que o PT sarneisista, comandado por Washington, que dizia que iria mudar o governo Roseana por dentro, na prática, está sendo mudado pelo PMDB de Ricardo Murad, está completamente desfigurado e partiu para mentir e calunir Edivaldo Holanda, práticas comum ao secretário de Saúde.

Júnior condenou o baixo nível da propaganda eleitoral do vice-goverador e informou ao plenário que Edivaldo defendeu e votou a favor da política salarial do governo da presidente Dilma, que permitiu ganho real aos trabalhadores, ao contrário do que tenta passar para a população as inserções do candidato do Palácio do Leões.

Para Rubéns Júnior, colocar a fotografia do jornalista Décio Sá, assassinado covardemente na Av. Litorânea em abril deste ano, para tentar associá-la a Edivaldo é desespero, pois trepudia com a morte do profissional de imprensa.

"É bom lembrar que os prefeitos que estão na lista do agiota que está preso são todos da base do governo, portanto, antes de agredir Edivaldo com calúnias, deveriam olhar para o próprio umbigo", enfatizou Júnior.

O deputado Othelino Neto condenou a baixaria do representante da oligarquia. "Eu pensava que o problema do Washington é porque ele era um picolé de xuxu, aquilo sem cheiro e sem sabor, mas ele agora está mostrando que não tem limite, que faz qualquer coisa pelo poder", condenou. 

Segundo Othelino, permitir a veiculação da calúnia contra Edivaldo expressa bem o grau do desespero do candidato, que começou mal, está mal e vai acabar a campanha muito mal, mesmo usando as máquinas dos governo federal e estadual.

O candidato da coligação "Muda São Luís, Edivaldo Holanda Júnior emitiu nota oficial na tarde desta terça-feira (11) rebatendo as acusações do candidato Washington Oliveira veiculadas no horário da propaganda eleitoral. Abaixo a íntegra da nota.
Nota ao povo de São Luís
A coligação Muda São Luís dirige-se à população para manifestar indignação com as mentiras e calúnias divulgadas nos últimos dias no horário reservado à propaganda eleitoral e através da internet pelo candidato Washington Oliveira (PT). Ao mesmo tempo, informa que as medidas legais cabíveis, inclusive na esfera criminal,  já foram adotadas para que a baixaria não se instale de vez no processo eleitoral em curso.
O candidato da coligação, deputado federal Edivaldo Holanda Júnior (PTC), faz uma campanha limpa, propositiva, sem nenhum tipo de ataque pessoal. Pauta-se sempre com atitude de respeito ao eleitor e aos adversários. E, mesmo diante dos ataques caluniosos que vem sofrendo, continuará propondo aos eleitores um jeito novo de fazer política e de governar.
Diante dos ataques e em respeito aos cidadãos e cidadãs de São Luís, é importante esclarecer de uma vez por todas:
1)      O deputado Edivaldo Holanda Júnior assinou a CPI para apurar a atuação do Sr Carlinhos Cachoeira, bem como apoiou e apoia todas as iniciativas que visam o combate à corrupção;
2)      O deputado Edivaldo Holanda Júnior votou favoravelmente ao aumento real do salário mínimo proposto pela presidenta Dilma, de cujo Conselho Político ele participa. Com o aumento, foi possível dar ao salário mínimo o maior poder de compra de toda a história. 
3)      O deputado Edivaldo Holanda Júnior votou favoravelmente ao parecer do relator Aldo Rebelo sobre o novo código florestal, relatório este fruto de muito debate na sociedade e no parlamento brasileiros.
Os eleitores de São Luís merecem respeito. Não aceitam que uma campanha eleitoral deságue para ataques pessoais baseados em mentiras, deturpações de fatos e calúnias. Espera-se da Justiça Eleitoral que puna os que a afrontam  e do candidato Washington Oliveira, que não leve a sua campanha de uma vez por todas para a vala da baixa política.

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog